MENSAGENS DE SETEMBRO DE 2018

 

... Satsang1 (C) - AQUI

... Satsang2 (C) - AQUI      

... Satsang3 (TC) - AQUI

... Satsang4 (C) - AQUI

... Abba1 (C) - AQUI

... Abba2 (C) - AQUI

... Bidi - Parte 1 (C) - AQUI

... Bidi - Parte 2 (C) - AQUI

... Bidi - Parte 3 (C) - AQUI

... Bidi - Parte 4 (C) - AQUI

... Bidi - Parte 5 (C) - AQUI 

... Bidi - Parte 6 (C) - AQUI



Legendas:
(C) Tradução Completa (p/Áudio/TC/Transcrição Oficial)
(TC) Tradução Completa (Transcrição Youtube, Bing Microsoft Translator e Ajustes)



MENSAGENS DE 22 A 26 DE SETEMBRO DE 2018


... Satsang1 (T) - AQUI  ... (C) - AQUI

... Satsang2 (T) - AQUI  ... (C) - AQUI

... Satsang3 (T) - AQUI  ... (C) - AQUI

... Satsang4 (T) - AQUI  ... (C) - AQUI

... Satsang5 (T) - AQUI  ... (C) - AQUI

... Abba1 (C) - AQUI

... Abba2 (C) - AQUI

... Abba3 (C) - AQUI

... Abba4 (C) - AQUI   

... Abba5 (C) - AQUI   

... Abba6 (C) - AQUI   

... Abba7 (C) - AQUI

... Abba8 (C) - AQUI

... Abba9 (C) - AQUI

... Abba10 (C) - AQUI

(C) Tradução - Últimas Leituras
(A) Áudio Original - Apoteose
(T) Tradução (e áudio) - Apoteose

Comentários Independentes - Continuação - 7 ... (Postagem Especial - 39)

 

É possível que alguns leitores deste blog tenham algo que gostariam de comentar (ou dizer), mas que não se encontra exatamente vinculado a determinada mensagem dos intervenientes ou em relação a alguma destas postagens ditas especiais, ou em relação a algum dos índices publicados. Este algo a ser comentado pode ser, por exemplo, fruto de uma vivência, de um sonho, de uma reflexão, de um insight, de uma inspiração; e também pode ser uma cópia de pequeno texto, cujo ensinamento seja extraordinário; e também pode ser considerações sobre um vídeo (constar apenas o link), cujo conteúdo reforce a iminência dos eventos ascensionais.

 

Então, caso se manifeste algo assim, para quaisquer dos visitantes do Últimas Leituras da Luz, onde tenha surgido este interesse de fazer um comentário próprio, sem vínculo a determinada publicação, é só comentar nesta Postagem Especial - 39 (Comentários Independentes - Continuação).

 

Vale ressaltar que este comentário independente não deve ter conteúdo apologético de personalidade, exceto se for no sentido de transcendê-la.  Também considerar que este espaço de comentários não é configurado para comportar recursos de multimídia, tais como ativações de links e inserções de gráficos, por exemplo (salvo exceções).

 

 

  FOTO - 1

( Foto tirada pela Noemia, na direção oposta a um limite de Pôr do Sol. O aparecimento destes raios no nascente foi um aspecto bem surpreendente ) 

 

Esperando Nibiru, em serenidade - 1ª Continuação...




Foto tirada pela Noemia, em 25/12/2017, por volta das 13h30.



FOTO - 1



FOTO - 2


Fotos 1 e 2, fornecidas por Antonio G. Neto - extraídas de Presença do Sistema Hercolubus: https://m.youtube.com/channel/UCeymoxuwe2R4XknCsZ1cj5A





VÍDEO - 1

( Por: Edmundo Dantes Pacheco, em 30/03/2018 )



France-Nibiru-16-04-2018 (https://lestransformations.wordpress.com/)



 
( Foto de Maria Cristina, Campinas/SP, em 26/07/2018 )

 

Abba10 - 26 de Setembro de 2018


Áudio Original

https://apotheose.live/entretiens-2018/septembre-2018/abba-10-septembre-2018/






ABBA: Abba faz o silêncio e as palavras soarem novamente, do seu coração. Em cada um, com a mesma intensidade.

Bem amados, continuaremos suas últimas perguntas deste retiro. Estou te ouvindo.


Voz: Existe alguém que gostaria de testemunhar?

(Tosse)

...Silêncio...

Um testemunho de uma irmã.

Pergunta-testemunho: Ontem, quando fui ver os gnomos, uma borboleta, a broca-do-boxe, pousou no meu braço. E eu tive idéias preconcebidas a respeito desta borboleta, uma vez que destruiu todo o buxo. (Risos) Então para mim é um predador. (Risos) Mas ela olhou para mim com tanto Amor que eu a acolhi em meu coração e senti uma grande alegria. Ela ficou no meu braço um bom tempo, enquanto eu não me mexia. E a minha pergunta: uma vez que acolhemos todos os seres em nosso coração, a saudação de Órion não é mais válida?

ABBA: Bem amada, este gesto não é mais válido para qualquer distinção, mas você se perceberá por si mesma, quando toda a confederação intergaláctica estiver em seus céus e na Terra, que esse gesto virá espontaneamente. Por ser a saudação universal do Amor, não se pretende mais proteger nada, porque todos os predadores serão reabsorvidos, na mesma dança e na mesma Evidência.

Agora eu volto para o que você chama de borboleta que destrói o buxo (Arbustos de folha persistente que pode viver por vários séculos). O que é o buxo? Buxo, no Ocidente de qualquer maneira, é a representação do sagrado e da eternidade. Mas isso é apenas uma representação. A broca-de-boxe (Perfuratriz de Buxo-Cydalima Perspectalis/Wikipédia), a broca significa o fogo, o fogo de buxo, é o fim da ilusão da busca da eternidade, porque você é eterno, assim como você é ausência, o silêncio e todas as Presenças. Então, o que acontece no céu e na Terra, e mesmo nesses eventos relacionados aos predadores, como você diz, é apenas um reflexo, em algum lugar, do fogo, que volta e lhe remete a origem, assim como antes de qualquer origem.

E você observa a cor dessa borboleta, obviamente, mariposa que é branca, é a ilustração e o símbolo do ser e do não-ser. Lembro-lhe que neste mundo você realmente come o que está na cadeia alimentar e abaixo de você. Você reabsorve as essências, absorve em algum lugar e come o que está acima de você. Você é, portanto, o ponto de conexão, bem aqui, no coração do coração, de toda a criação. Isso aparecerá para você mais e mais claramente. O que pode parecer para você por algumas semanas ou meses, como fútil, inútil ou infantil, é a estrita verdade.

A reabsorção da criação, da ilusão da criação, na verdade ocorre em cada um de vocês, como eu disse, em seu coração do coração. E o que quer que aconteça aí, tudo, como eu disse na minha intervenção anterior, contribui para a realização automática deste evento, e que, você constata e o constata todos os dias, te enche de alegria, além de toda razão e toda justificação. Da mesma forma, aqui nesta Terra, essa reabsorção é obviamente outra coisa, como eu disse, que a reabsorção da essência, mas, real e concretamente, a reabsorção de toda a densidade, absolutamente tudo. E isso é o que foi nomeado por um tempo o planeta grelha final que, sejam quais forem as consequências no nível da ilusão deste mundo como de qualquer outro mundo, não é uma catástrofe, mas um grande fogo da Alegria. Um fogo de alegria total, do qual nenhuma consciência pode escapar.

Como dissemos uns aos outros, durante estes poucos anos, como você pode ver agora, cada dia que passa nos enche e te enche de alegria, sempre em maior número. Era inescapável, e agora você só pode concordar com isso. Da mesma forma que você concorda em sua dissolução dentro desta eternidade e além de toda a eternidade, nesta Alegria infinita, que serviu também como ímpeto à primeira exteriorização da consciência, e que serve, bem com certeza, para o caminho aparentemente oposto. Então, esses momentos de regozijo são obviamente tempos de encontro, além da humanidade, com toda a criação, aqui nesta Terra.

Muitos de vocês, por exemplo, viram-se absorvendo essências de demônios, outros simplesmente absorveram seus entes queridos, e outros não absorveram nada, sentindo uma forma de perturbação em sua presença. Não importa, isso pertence ao que foi escrito, ao que está passando. O que não vai passar, no entanto, é a alegria. Ela vai passar cada vez menos, vocês sentirão menos e menos a sua falta, e vocês não precisarão mais, nem posturas, nem palavras do Abba, vocês simplesmente estarão vivos, no sentido mais óbvio do termo, e qualquer que seja o templo em que você esteja, este saco de carne, como diria Bidi. Você vai rir de tudo isso, pois todos vocês estarão na mesma alegria.

O choque da humanidade, é claro, está à sua porta, mas é em grande parte amortecido por sua alegria, por sua presença e sua ausência, através da mesma junção, que não é nada além do tempo zero, desta vez não mais individual, ou mesmo coletiva, mas o tempo zero entre criação e a descreação.  Isto é agora, e é isso que coloca você nessa alegria sem propósito.

Quando lhe dissemos que pelo o juramento e a promessa, você não apenas encontraria quem você era, como uma origem estelar, mas hoje é muito mais do que isso, levando você a redescobrir a Inefável Alegria da primeira manifestação de consciência, como seu último. Nada jamais se moveu, nada foi criado, nada foi descriado. Apenas a Alegria, independentemente de todos os mundos e de toda a consciência, é a única Verdade que nunca passará. Todas as suas vidas nesta vida, quaisquer que sejam as condições dela, qualquer que seja o desespero ou a Alegria, vividas, real e concretamente, dentro do seu caráter, são em grande parte transubstanciadas e transformadas por esta alegria nua.

O Eu Eterno se desdobrará mais e mais, trazendo até dentro da figura ainda presente, dentro deste saco, a inefável Alegria, que nomeei e renomeio com prazer, essa apoteose. O Apocalipse se torna apoteose, torna-se o fogo da Alegria, fogo da Evidência, fogo da leveza, fogo do Amor, incomparável com algum mundo criado. Abba te disse, Abba mostrou para você, uma vez que ele jogou como o chefe da orquestra, mas hoje vocês são a orquestra, e todo mundo é o líder, porque isso é a mesma sinfonia e a mesma música que se desenrola a partir de agora, sejam quais forem suas línguas, quaisquer que sejam seus costumes e tradições, quaisquer que sejam os resíduos finais do confinamento, qualquer que seja sua natureza. Eles não serão capazes de resistir, eles não poderão permanecer, pois eles estão destinados a passar, como a vida passa, como nascimento e morte sucessivamente no meio deste mundo. Você então poderá dizer, real e concretamente, que você está vivo.

Mas estar vivo não é estar dentro de uma forma, mesmo que seja a maior na hierarquia criativa. Isso é o que você descobre, que você vive, e você descobre que, de fato, seja qual for o papel ou a importância das histórias uns dos outros, seja pessoalmente ou como parte da humanidade, no final, não faz diferença, pois repetimos isso o tempo todo, cada um de vocês é tanto quanto o outro. Somente a ignorância, apenas a aparência do conhecimento, levou você a duvidar disso. Hoje, você não pode duvidar disso, não porque você acredita nele, mas porque você o vive. Qualquer que seja a intensidade de hoje, aumentará dez vezes amanhã. Qualquer que seja a intensidade de amanhã, será aumentada dez vezes mais depois de amanhã, até o evento. Eu sugeri isso a você nos primeiros dias deste retiro, mas isso é perceptível agora.

Assim, tudo o que parecia atrapalhar a Alegria, seja o posicionamento, os hábitos, as feridas, a interminável espera de alguns, que apesar de todos terem mantido essa certeza interior, se desvanece por si mesma. É através da Alegria que você ajuda a humanidade, é através da Alegria que você ajuda a confederação intergaláctica dos mundos livres, e é através da Alegria que você libera os predadores, de qualquer natureza que eles sejam. Todo o resto é supérfluo, totalmente supérfluo, você notará todos os dias a partir de agora, em todas as oportunidades.

Tudo isso que os prendiam, não será mais capaz de lhes prenderem. Tudo o que obstruía vocês, não pode mais congelá-los, tudo o que lhes parece ter que realizar, será realizado, não por vocês, não por algum esforço, mas espontaneamente. E absolutamente tudo o que vai acontecer na tela da consciência, como na tela da supraconsciência, tem o mesmo propósito, tem o mesmo resultado. Mesmo se você duvida hoje. Isso que a Luz lhes dar, mesmo se você não vive e não sente por enquanto, como eu disse, já está aí. É apenas uma questão de timing, mas como os timings se juntam neste tempo zero, então vocês o constatam.

Em cada uma das minhas intervenções, eu também perguntei a você, para aqueles que não viviam nada, no nível perceptivo como no nível de sensação, nem visão, nem energia, nem vibração, você vê ao seu redor, descobre a mesma Alegria, mesmo eles não podem nomeá-lo, mesmo se eles não podem explicar isso, eles têm toda a lucidez para observar essa mudança. Porque, como eu disse, cada um de vocês, mesmo ignorando-o, se encontra na posição do observador ou da testemunha, que é o melhor lugar para ver o jogo da consciência, seu como de toda a consciência.

O mecanismo de reabsorção também é espontâneo. Você notou, para muitos de vocês, que estava se afastando cada vez mais facilmente e sem qualquer intenção ou cronograma. Isso obviamente aumentará a cada dia, à medida que toda a confederação intergaláctica dos mundos livres, mas também as forças predatórias, se aproximarem da Terra. Sua alegria, como nenhuma outra, não pode deixar a menor dúvida sobre qualquer outro evento que não seja a reabsorção da criação. Eis aí, Bem amados do Um, a resposta que posso dar a respeito desse testemunho e desta pergunta.

Nós podemos continuar.


Um testemunho

Testemunho: Durante dois dias, no centro do peito, algo treme, como se o coração, sempre à esquerda, também fizesse o trampolim no centro.

(Tosse, risos).

ABBA: De fato, o coração também dança a Alegria, você poderia dizer em francês que ele dança o carmagnole, ele dança o tango, ou o que for, ele dança em qualquer caso. Ele exulta Alegria, é sua presença e sua ausência que foram encontradas, no tempo zero, no centro do coração, e isto independentemente do toro, independentemente da coroa ascensional, independentemente do chakra do coração e dos outros centros de energia que está localizada ao redor e, de fato, acontece no centro do centro, no coração do coração, se você preferir, no centro do chakra do coração. A partir do momento em que você é impresso, e você sente essa sensação que se tornará cada vez mais constante, independentemente dos movimentos da energia, ou do toro, ou da coroa ascensional, ocupará todo o espaço. Todo o espaço da sua consciência, todo o espaço do seu corpo e todas as vezes, não apenas o tempo que você vive nesta Terra, mas o tempo todo.

O rebobinamento do filme termina nesta explosão de alegria, neste fogo do amor, onde ele havia começado, aparentemente. Você encontra o que permitiu o desdobramento da criação, sua manifestação em qualquer densidade, é o famoso Eu Eterno. O sonho da individualidade termina com esse fogo de alegria.

Eu lhes disse, todos os dias, todas as horas, você só poderá notar o aumento da amplitude desta percepção, neste coração do coração. Quaisquer que sejam as outras manifestações, seja em portas, estrelas ou em relação a seus sofrimentos, elas se tornarão muito pálidas e desaparecerão da intensidade do que está acontecendo, a partir de agora a cada minuto.

Lembre-se de que, sob qualquer circunstância, eu só posso falar sobre isso repetidamente, acolher, e você verá por si mesmo que vai atravessar qualquer coisa com leveza. Qualquer que seja a dureza aparente, seja qual for a dificuldade aparente. O tempo zero, em outras palavras, é registrado no coração.

Quando te disse que tudo foi cumprido, todos os dias que te passarem trarão a prova mais formal e total. Quaisquer que sejam suas hesitações atuais, sejam quais forem suas suposições. De lá, não há necessidade de mais nada, de ninguém.

...Silêncio... (tosse)

Bem amados, vamos continuar.


Eu também tenho um fenômeno semelhante desde ontem, especialmente ontem à tarde e às vezes no início da sessão de canalização, se podemos dizer (risadinha, tosse), e eu, como .. hoje eu senti isso mais como .. uma intuição que começa no peito, eu penso, do coração, que sobe para dentro, talvez, eu diria que na altura das orelhas, internamente, tenho a impressão de que é como um feixe de luz, às vezes parecia-me, mas ... não tenho certeza. E então se divide no meio para ir em cada orelha, um pouco mais para a esquerda do que para a direita, talvez, que eu sinto. E isso faz “tou-tou” (risos)

ABBA: É a buzina do amor. (Grande risada) A expansão da Alegria, é claro, também é acompanhada ... o que você sente, desta vez, esse tempo zero, instalado no coração do coração, é claro, vai se espalhar em todas as suas estruturas. Eu já mencionei há dois dias, sobre o desaparecimento de certas partes do seu corpo físico que você pode ver, real e concretamente. O planeta-grelha final, em última análise, do ponto de vista em que você se encontra agora, não representa nada.

Algo leve, algo que é como um sonho, se afastando quando você acorda.

Você acorda para o Amor, você acorda para o ser e o não-ser, tudo isso no mesmo espaço, no mesmo corpo, tudo isso por toda a Terra, tudo isso por todo o conjunto do multiverso, do conjunto de criação. Isso vocês todos portam, e vivem em todos vocês com a mesma intensidade. Tudo o que eu dissera, em maio e junho, e tudo o que foi posteriormente experimentado, era inevitável. Isso foi afirmado. Eu não pude te convencer, nem mesmo por palavras, mas simplesmente pela experiência. E esse momento chegou. E esse momento está aí. É o presente infinito neste mundo, como em todo mundo, bem como além dos mundos, que contém, como lhe foi dito, todo o tempo, já que não há tempo nem espaço, e que no final, o Eu Eterno sempre esteve lá.

De fato, o que foi apresentado, às vezes com intensidade e precisão, por exemplo, sobre a iluminação do Anel de Fogo do Pacífico, ou a atividade elementar da qual você foi informado, principalmente Snow, e alguns dos anciãos, foi algo intangível para a pessoa, se não tão grande. E hoje sua pessoa está lá e vive isso com felicidade, com alegria, com provas. Você nem precisa se perguntar a questão do evento em si, nem nada. Porque a alegria também toma todas as perguntas, e deixa apenas a Alegria para testemunhar, Alegria de declamar, Alegria de cantar, Alegria de dançar, Alegria de ser, onde mais nenhuma limitação inerente a este mundo pode segurar. Nenhuma limitação de qualquer estrutura dimensional não pode conter. Restará apenas a alegria nua, antes da criação.

Quaisquer que sejam suas visões, ou suas possíveis projeções de consciência, em relação ao evento, deixe-se também passar por isso, porque essa Alegria não precisa de explicação, nenhuma visão, nenhuma confirmação, além do vivido dentro e fora. E há mais e mais acordo total entre o que vocês chamam interior e o que vocês chamam de fora, já que todo interior contém todos os exteriores e todo exterior apenas o envia de volta a esse interior.

Assim é a inteligência da Luz em ação, assim é a sua inteligência, quando você não mais sucumbe a uma forma, uma consciência, uma experiência, mas você permanece nessa plenitude e vazio ao mesmo tempo, que eu por um curto período de tempo, eu nomeei a combinação de ser e não-ser. É mais do que o eterno e o efêmero. É mais do que tudo que você passou naqueles meses ou anos, pelo menos nesta vida.


...Silêncio…

Eu poderia apenas adicionar, estando aqui na sua frente, estou atualmente desfrutando de um banho de alegria. Sutil para mim, mas é um banho de alegria. Obrigado.

ABBA: Bem amados, vocês todos verão, desde que ABBA é vocês, que este banho de Alegria, este gêiser de fogo e Amor que sai do seu coração, se tornará onipresente, real e concretamente. O que você sente na minha frente não é nada além de vocês mesmos. Não pode ser de outra forma. Porque não há diferença, exceto no que foi chamado as linhas do tempo, os quadros temporais. Em outras palavras, a matriz crística tomou tudo. É onipresente, como a Luz, e você encontra essa Alegria, dos filhos ardentes do sol, unindo-se ao impessoal e ao Espírito do Sol, juntando-se a Eynolwaden, a Alegria.

Além disso, você notará que a partir do momento em que você leva o desejo de ler, de olhar um pouco o caminho percorrido ou os vários intervenientes, não vá mergulhar nisso, mas simplesmente abra aleatoriamente, não importa qual, e você realmente encontrará o que você está passando agora. Tudo isso foi preparado e, eu lhe disse, bem antes da criação, bem antes da origem da Terra e da origem de todas as dimensões. Porque aquele que acompanhou, como todos os criadores e todas as criadoras, a implantação dos mundos, já tinha, na mais ampla visão de todos os tempos e todos os espaços e todas as dimensões, viajado, obviamente, todo o cenário e todas as possibilidades. Você apenas teve que encontrar o fio comum e, obviamente, o fio não pode ser encontrado na Terra, mas em suas experiências na supraconsciência.

Isto foi perfeitamente realizado e a supraconsciência, a partir de agora, deixa o lugar com a Evidência, com a Alegria, com o fogo do Amor, com a A-consciência. Aproveite cada dia onde você cavalga o ser e o não ser. Aproveite a oportunidade para liberar o que você pode ter para relaxar. Resolva com Amor o que você parece ter ou tem que resolver, perdoar, transcender. Isso também acontecerá naturalmente. E, além disso, a Vida lhe trará encontros, eventos, que só podem ir no sentido desta resolução que não depende de você, mas da iluminação da Luz que você é.

É assim que a reabsorção final e coletiva de toda a criação é realizada em cada um de vocês, cada dia com mais intensidade, convergindo todos para a mesma intensidade em um dado momento. Este momento será síncrono, como você entendeu, não com a aparência de uma nave, mas com toda a criação e todos os mundos presentes ao mesmo tempo, em seus céus da Terra que acompanham o mundo, a visibilidade do evento, acompanhando as canções da ressurreição e a canção da liberdade. A canção da liberdade nada mais é do que você percebeu em uma oitava diferente no som da alma e do espírito, mas desta vez exteriorizado e manifestado para todos.

O que até agora parecia intangível, improvável ou impossível, realmente se torna sua vida diária. Se você está imerso nele, não terá tempo para procurar outra coisa. Você vai desfrutar de cada minuto, cada respiração, cada ato que você coloca, com a mesma leveza. E mesmo nas aparências que podem parecer contrárias, como uma briga, raiva, uma separação, não veja nada além da liberação da Alegria em todos. Tudo o mais é tão fútil e inútil a partir de agora. Cabe a você ver o que está se desdobrando em você, encarando o evento, encarando essa Alegria, o que a Luz propõe a você para acelerar, ignorar, transcender ou viver.

Quanto mais você concorda, não de acordo com seus pensamentos e reações, mas de acordo com a Alegria, mais fácil será. E isso se tornará mais fácil e mais fácil. E eu lhes disse, mesmo sob certas circunstâncias, que lhes podem parecer, à primeira vista, totalmente o oposto da Luz, não é nada. É por isso que hoje eu lhes disse que até mesmo os garotos maus, como você os nomearam até agora, só servem à Luz. Porque você não pode fazer outra coisa que isso. No estado atual deste mundo, em qualquer postura ou qualquer reação que possa ser. Inevitavelmente você sempre serve o que você é, em ser e não ser. Tudo o que você pensa, o que você diz. Porque esta Evidência só pode se impor, tomando todo o espaço em todos os espaços, em todos os tempos e finalmente, em toda a Terra e no conjunto de toda a criação.

Você verá então, se ainda tiver algumas ideias evolucionistas de consciência, que tudo é perfeito desde o começo, e que não poderia ser diferente, apesar de todas as aparências, e apesar de todos os confinamentos. É a alegria que põe fim a qualquer ressentimento, qualquer erro, qualquer questionamento interno sobre um futuro hipotético. E se você se instalar um pouco mais a cada dia nesta Alegria, o que pode permanecer de medos, o que pode permanecer além dessa alegria em todo lugar?

A questão do amor não surge mais porque, como eu disse, essa alegria é apenas o testemunho de amor que não depende de nada, daquele amor que foi denominado incondicionado, e cujo termo mais preciso, na verdade, é o agapè, juntando aqui a Suméria Gina Abdul que acompanhou a criação da consciência. Simplesmente pronunciar essas três sílabas, assim como num determinado momento, você pronunciara há muito tempo ou talvez hoje as chaves metatrônicas. Agapè é a sua essência e a sua natureza, dependendo de nada, se não a manifestação aqui através deste corpo, esta Alegria.

Assim, tudo fica mais claro, então tudo que parece equação ou impossível, resolve-se. Você só será capaz de ver isso. Se você não o vê, só poderá vivê-lo porque, como eu disse peremptoriamente e em inúmeras ocasiões, você não tem escolha. Você não tem nenhuma escolha. Isso aí é a verdadeira liberdade. Liberdade, ao contrário do que a pessoa ou a consciência pensa, que era ter uma escolha. Aqui foi inventado neste mundo esse engano chamado livre-arbítrio, isso foi explicado em grande extensão. Mas hoje, você vive, e os viventes, não podem deixar, não pode existir, não pode permanecer a menor dúvida, não pode permanecer a menor sombra.

E é você, cada ser humano na Terra, quem realiza isso. Mas não veja através disso uma realização pessoal, ou Abba, ou qualquer um. Pois toda a corrente do que vocês chamam de iniciados, os mestres, apenas o levaram a este lugar e a este lugar, isto é, seu coração, sem qualquer exceção. É claro que, saindo da consciência, você verá por si mesmo, no momento do evento, que tudo isso não lhe concerne mais. Porque você viajou por todas as estradas, todos os caminhos, todos os sofrimentos e todas as alegrias condicionadas ao mundo, e como Bidi disse quando estava encarnado, o verdadeiro conhecimento nada mais é que ignorância.

Mas foi necessário para você, como um coletivo, que muitos de vocês vivam esses estágios, esses casamentos diferentes, essas diferentes resistências e possíveis negações. Cada um de vocês passou por fases sucessivas, as quais, sem exceção, permitiram que você se encontrasse aqui e agora. Não te encontrar sozinho, ou isolado, mas ao contrário, carregando todas as possibilidades, todos os jogos da consciência, além de toda sua forma, aqui, além de suas origens, e isso até o mais alto dos chamados planos dimensionais.

Não, você não está sonhando. Não, você não pode se enganar. Não, não há mais demora.

E quanto mais você mergulhar nesta Alegria que é livre em abundância, mais você vai rir, você pode rir de tudo, absolutamente de tudo, não por zombaria, não por escárnio, mas pela abundância de Amor, pela abundância de Alegria, pela abundância da verdade. E isso diz respeito a todos. Porque você descobrirá que, apesar dos desacordos ou apesar das oposições, apesar dos sofrimentos, é muito mais importante que essa alegria preencha tudo, como eu lhe disse. Você vive agora. E isso leva você para longe, em lugar nenhum, mas no aqui e agora. Ele transporta você para a leveza, onde tudo o que foi no dia anterior pode parecer difícil para você, será consumido. E você verá que, a partir do momento em que você deixar qualquer pretensão de agir, a ação se desdobra. Então o acolhimento se tornará total e aparecerá no palco externo.

Em Alegria, qualquer que seja a presença deste corpo e seu estado, não pode mais existir nenhum sofrimento, ou qualquer sofrimento que é vivido, só pode ser queimado, consumido, por este fogo de Amor e Alegria. Cabe a você, real e concretamente, entender que sua hora chegou, especialmente se você não vive. É hora de entender que você não pode mais derrotar a Evidência da Alegria de qualquer forma. E quanto mais lhe parece hoje, talvez estando longe dela, mais perto você está dela. Isso também, o que pode parecer paradoxal, vai fazer você rir em algum momento.

...Silêncio...

Obrigado...

Bem amados, vamos continuar.


Testemunho: Eu tenho um sentimento por enquanto, de ter uma boca tão grande que eu sinto que não tenho rosto.

ABBA: Seu corpo, que deu uma percepção mais ou menos constante, porque você viveu, através da própria percepção deste corpo, pelo seu cérebro e pela sua consciência, tudo isso relaxa, pode dar, de fato, além do desaparecimento, percepções totalmente novas. Quando Bidi chega até você, por exemplo, e entra em você, você nunca mais é o mesmo. Da mesma forma que essas alterações de percepção do comum, você também libera condicionamentos. Portanto, qualquer que seja a percepção que esteja no corpo hoje, e há inúmeras coisas possíveis, logo atrás, há ainda mais liberdade. A partir do momento que você diz sim. Mas sim ao que? Sim para tudo, sem qualquer exclusão.

Este é o verdadeiro caminho da infância, o que Teresa, ou outras irmãs, falaram por tanto tempo. Você teve inúmeros exemplos, entre as irmãs estrelas. E só vou tomar dois ou três exemplos. Por exemplo Hildegard de Bingen que, em seu tempo recebeu muitas coisas, ou outras mais simples, como Teresa ou Gemma Galgani, que viveram a totalidade. E agora você entende por que seu único desejo, em seus dias, era unir-se à Luz e a Cristo, como esposas de Cristo.

Pois quando você vive esta Alegria e esta consumação do Amor, mesmo que por um minuto, tudo está profundamente mudado. Nada pode ser como antes, nada pode ser habitual, nada pode ser incerto.

Hoje, você não precisa esperar para passar sua vida, você não precisa esperar para envelhecer, porque realmente e concretamente isso se produz. E descobrindo esta Alegria, o que pode permanecer como vontade de qualquer consciência, qualquer visão, qualquer necessidade de experiência, seja qual for. Nenhuma. Nenhuma necessidade pode subsistir, porque, na verdade, você está completo. E você é tudo. Você concordou em não ser nada.

Neste instante, eu lhe disse, o sacrifício é vivido, ao mesmo tempo em que a ressurreição é finalizada e o evento está no limite de sua visão. Pouco a pouco, ou abruptamente, com o passar do tempo, você verá a evidência de tudo o que foi dito a você, não importa o quanto duvide, se você se afastou, porque o que você tem ouvido lhes retornará. Porque o que você experimentou, mesmo em você adormecido, retornará também.

É o mesmo para os intervenientes. Bidi foi o primeiro diretamente em você. Daí em diante, toda a criação está em você, todos os anciãos, todas as outras almas humanas da Terra, em totalidade.  

Não é uma visão do espírito, nem um símbolo, nem uma energia, mas a verdade que você vive. E nisso, o que pode permanecer dos mínimos hábitos, os menores padrões de operação, em qualquer nível que seja. Isso é impossível. Porque o impossível e o desconhecido estão agora aqui, e esta Alegria e este Amor, independentemente do evento em si, mesmo que hoje ele o coloque na Alegria, porque você sente ou vê, não pode competir com a alegria que vive em você naquele momento. 

Mas, mais uma vez, não direi a você, a partir de agora, que você já esteja vivendo ou será vivido muito rapidamente, em termos humanos de tempo.

...Silêncio...

Bem amados, vamos continuar.


Um testemunho de um irmão.

Testemunho: Sim, é um testemunho, sim. Durante muitos estágios que fiz no País Basco, recebi frequentemente banhos de luz, das nossas irmãs e também dos anciãos, bem como da nossa mãe celestial, Maria. Durante este estágio, neste momento, aconteceu comigo também em sua presença, o irmão interior Abba. Eu agradeço imensamente por tudo que recebi. Cada vez que meu coração foi banhado em alegria e se tornou o coração universal, e eu quero dar graças e testemunhar isso. Obrigado meu irmão interior, obrigado a nossa mãe, obrigada às irmãs e a todos os anciãos. Muito obrigado.

ABBA:  Bem amado, agradeço-lhe por suas palavras e garanto-lhe que o que você recebeu durante este retiro, este estágio, como você o chama, não é nada comparado ao que você receberá todos os dias a partir de agora em profusão. Eu disse isso, ele não vai mais parar, mesmo que haja momentos em que lhe pareça restrito, ele retornará ainda mais forte e rápido. Você só poderá constatá-lo, e isso será constatável por todos. Quaisquer que sejam os ajustes de qualquer natureza, concernentes a este corpo ou a sua vida, a Alegria realmente assumirá absolutamente tudo.

De fato, você recebe a partir do momento em que acolhe, sem restrição e sem colocar idéias preconcebidas ou barreira à sua frente. Quanto mais você se abre, mais isso se abre, mais você se abre e mais isso fica claro. E esse será o caso todo dia que passará. Que o evento aconteça na hora, que o evento aconteça em poucas semanas, em poucos meses, qual a importância, você está vivo.

Então, como eu disse, e digo isso de novo hoje, desfrute, no sentido mais nobre, o que é dado a você em abundância, e que, em última instância, vem apenas de vocês mesmos.

Não veja o Abba do lado de fora ou a Luz do lado de fora, seja qual for a presença de luz em seus céus, seja qual for a luz de cada um, afinal, tudo acontece em todos, e em nenhum outro lugar.

Isso é o que você está fazendo, de todas as maneiras possíveis. Não há mais nenhum obstáculo. Mesmo aqueles que você acredita serem enormes diante de você, eles serão dissolvidos da mesma maneira. Como Bidi disse, e estas não são as minhas palavras, é o que acontece, o que vive, não pode falhar de forma alguma. Eu até disse que não havia mais nenhum atraso, que nenhum atraso em termos temporais poderia ser concedido ou retardado. E a partir daquele momento, presente, onde eu falo, onde você me ouve, onde você me lê, isto é realizado imediatamente.

...Silêncio...

Bem amado, vamos continuar.


Prezado Abba, comparado à experiência que tive por muitos anos com esses estágios, sinto-me realmente como o último.

ABBA: Bem amado, não estou escondendo de você que algumas pessoas já pensaram por um ano que este é o último. Mas é a verdade. Simplesmente, foi um pouco antecipado. Então hoje, eu não posso te dizer se é o último, mas isso não importa. Nunca houve um primeiro, nunca haverá um último, em alegria. Essa alegria, como eu disse, vai se espalhar tanto, que eu posso te dizer simplesmente, o que importa? Deixe a alegria te levar embora. Se este é o último, o penúltimo, ou ainda há outros, não pare com isso, continue a estar vivo. O que importa se isso seja a última, a segunda a última, ou não. O importante é a alegria.

E você vai encontrar mais e mais, se tivermos tempo e oportunidade, que mais aqui, neste lugar pequeno e limitado, em pequeno número, bem, isso afeta a todos. Não é a ação de um ou de outro, é mais nosso encontro. Esta reunião não está relacionada com a presença do Abba. Eu diria até que isso vai se tornar mais e mais incidental, e você já verificou por si mesmo, festejando, parece-me. Você estará permanentemente nesta festa, você será esta festa.

As palavras de Bidi se extinguiram, não porque ele tivesse que ficar em silêncio, mas pelo contrário, ele tinha muito trabalho, para revelar-se em inúmeros irmãos e irmãs, de diferentes maneiras, a propósito. Isso está acontecendo, e é o mesmo para o Abba. Como eu já disse esta semana, as palavras realmente fazem sentido, mas o alcance de minhas palavras e silêncios, assim como o que acontece independentemente de sua compreensão e escuta, é ainda mais importante. Porque você está se aproximando de si mesmo. E mesmo através da repetição, mesmo através da lassidão, você só pode se aproximar de si mesmo.

Porque você acolhe. Mesmo resistindo. E que a Vida te coloca nessa acolhida. E que mesmo se você tivesse a intenção de fazer o contrário, eu diria mesmo, que você não pode se opor a todo esse acolhimento. E a acolhida é a Vida que decide para você. Ela lhe traz pessoas, lhe traz os apelos e os desafios também, porque não? Mas não faz diferença, porque atrás de tudo isso só há Alegria.

Não é uma questão de ser positivo, não é uma questão de projeção, ou de qualquer esperança de um amanhã melhor, mas é realmente a verdade do momento em que você vive, cada um, mesmo que você não tenha reconhecido ainda.

Isto lhes assegurará, ainda que, como alguns já disseram, você tenha recebido vários aguaceiros de Luz, hoje você está ciente de que a Luz não pode vir de fora, mesmo que tenha a impressão. Como toda a criação está em você, é óbvio que o que gerou a criação também está em você. Aconteceu através de Maria, é por isso que esta mãe celestial é realmente a mãe de todos os seus filhos, ela carrega a criação, no total, ela é responsável, mas não é culpada. Essa responsabilidade, vocês portam todos da mesma maneira, todos nós a portamos, sem exceção.

Mas isso é viver também. (Tosse) Eu não estou pedindo para você acreditar em mim, eu repito isso de novo toda vez. Mas o jogo é fácil. Se eu te disser isso, é porque eu sei que você só pode viver isso. É impossível que você não viva. E isso não pertence ao Abba, como pessoa, mas realmente ao Abba como você é. Desde que existe apenas uma consciência, uma vez que existe apenas um espírito. Seja lógico até o fim e veja que é apenas sua consciência, seja ela qual for, através da necessidade de experiência, a necessidade de brincar, que pode não ter sido completamente digerida. Integrado. Mas você vai rir de tudo isso. Isso é uma certeza. Não imposta de fora, mas imposta por si mesma em todos.

...Silêncio...

Bem amado, vamos continuar.


Quanto à festa, Abba, esta noite vamos todos para a festa. E então nós faremos a sua festa. (Riso)

(Cantando)

"Hoje à noite todos nós faremos

A festa

E então nós vamos fazer você

Sua festa

Maria também vai fazer você

Sua festa

Metatron também nos fará

A festa

Todos juntos!

(Juntos):

"Hoje à noite todos nós faremos

A festa

Maria vai fazer você

Sua festa

E nós também faremos você Abba

Sua festa »

(Risos e aplausos).

ABBA: O que você faz com o menor de você, finalmente você faz isso para si mesmo. Cristo lhe havia dito. Você vai dar uma olhada hoje à noite, aparentemente.

(Risos)

ABBA: Você sabe, há alguns meses, tocamos muito, com músicas que foram escritas há algumas décadas, e todas elas tinham a mesma mensagem. Através das músicas, através das canções, e como pode ser diferente?

Porque a criação é uma sinfonia. Cada esfera planetária é uma nota musical. E tudo isso tocou uma sinfonia fantástica. Que a música, de fato, poderia se aproximar, por certos compositores, de certos textos. Porque é a arte mais direta, aquela que não precisa de representação, e que está relacionada apenas ao que é ouvido ou escutado. Você notou e você vai descobrir que você não pode trapacear com a música e com o que você canta.

Esta é a canção da vida. É a música das esferas. E é mais do que as palavras ou notas que você cria. Porque você toca a sinfonia dos mundos. E que apenas os senhores tristes não podem ouvir música.

Então, é claro, a música, como sabemos, tem sido objeto de várias corrupções nesta Terra, você pode conhecê-las. Mas que importância tem?

Mas hoje, qualquer que seja o meio de expressão de vocês mesmos, vocês jogam instantaneamente o jogo da co-criação consciente. Mas esta co-criação consciente não está destinada para o amanhã, nem para o dia depois de amanhã, nem para outro mundo, está destinada para o momento presente.

E quando você diz fazer a festa, sim, é uma grande festa. Um grande fogo de alegria. Uma grande alegria. Um fogo de amor. Carregado pelas notas, carregadas pelo coração, da mesma forma que é carregado pelas minhas palavras e silêncios, mas isso é válido para cada um de vocês. Mesmo que você não tenha talento musical, composição ou fala, você ainda tem olhos e silêncio. Você tem o olhar.

E a Luz vai em todos os lugares e não faz diferença. Mesmo que haja música e celebração, a capacidade de se reunir, não como pessoas festeiras, mas como uma celebração celebrando a si mesma, e crescendo com ela mesma. E aqui também você cria uma forma de epidemia e pandemia, como eu fiz com textos antigos, que falavam apenas da mesma coisa.

Então você vê, tudo é lindo. E tudo é perfeito. O que quer que você pense sobre isso para algumas pessoas hoje, isso só pode fazer você sorrir e rir, não de escárnio, ou de gozação, mas de amor. E nada mais.

...Silêncio...

(Tosse)

Bem amada, vamos continuar, se tivermos tempo.


Sim, ainda temos algum tempo.

ABBA: Então vamos continuar.

Ou todo mundo dorme, ou todo mundo está com pressa de festejar.


Então, há um irmão, ontem, que expressou um texto que ele havia recebido espontaneamente. E agora, como há um espaço, digo a mim mesmo que vou expressar um texto que me ocorreu espontaneamente também.

"À luz do amanhecer

Você veio como um intruso

O espírito do vento cantou novamente

o amor que havia desaparecido

E a luz desvanece-se antes de tudo

Parecia ser contido

E eu gritei uivei então

Por que você me parece desconhecido

E você dançou como um condor

Em mim no inesperado

Eu abandonei meu corpo

Na sua presença

Você não tem nada de um conquistador

Eu ainda me ofereci nua

Libertado do meu chador (lenço da cabeça)

Foi quando você apareceu

Você sussurrou para mim para ser meu botão dourado

Na sua respiração eu estava pendurada

Foi quando o quarteto foi revelado

O espírito dos quatro em você estava confuso

O espírito da terra cantou muito alto

E seu ritmo lento definiu o atrapalhar

Ele vibrou por muito tempo como um acorde

Nas minhas entranhas ininterruptamente

E a onda fluida escorregou como um castor

Para purificar e iluminar sem o meu conhecimento

Meu coração brilhou no mais belo acorde

Porque o espírito da água me relaxou completamente

O espírito do ar chegou

Esgueirando-se e inchando até a morte

Meus pulmões que tinham contido

Para o infinito desconhecido da respiração dourada

Transparente eu vaguei em um corredor

Inocente eu descobri um mundo nu

Humilde de todo conhecimento e sem entrada

O espírito do éter me conquistou em absoluto

A luz sussurrou e acendeu primeiro

O amor que se espalhou como um riacho

Infinito brilhou graça sem esforço

O eterno em você me fez renascer dele

Feliz »

Eis então.

…Silêncio...

(Tosse)

ABBA: Aqui está uma linda música, uma linda composição, do Amor.

Isso não pede, claro, qualquer comentário, não há nada a acrescentar.

Eu te disse, pode passar pelas palavras, por um poema, pelo olhar. E logo, passará por todos os poros da sua pele.

…Silêncio...

Bem amada, podemos continuar.


Eu tenho apenas um testemunho, em relação ao fato de que toda a humanidade ou o Universo está em nós. Quando um nome surge em minha mente, eu realmente sinto que essa pessoa está em mim. E assim eu aceito sua essência em meu coração, e depois disso, de fato, o pensamento sobre essa pessoa desaparece, como se tudo estivesse em ordem, e eu estou na Alegria.

ABBA: Como já foi dito nesta semana, você nem precisa da identidade do outro. Às vezes é um nome, você até verá que às vezes os perfumes chegam, sem que você tenha a ideia de absorver algo ou alguém. Isso acontece espontaneamente também. E como você diz, logo atrás, também há mais alegria. Você se encontra, através do eu pessoal, através do Si, o resultante sendo o Eu Eterno.  O que você descreveu é isso. O que todo mundo vive é isso.

Muitas vezes tem sido dito que não há força maior do que o amor. Isso também, você vai verificá-lo. Porque o amor supera toda a resistência, oposição e confronto. O amor não é uma luta. É simplesmente a nova evidência. O amor não conquista nada. Ele restaura e se entrega. Ele é um presente, o que você é na verdade.

…Silêncio...

Bem amado, vamos continuar.


Eu só quero dizer obrigado por tudo que recebemos, e obrigado a todos que estão presentes, por sua bela presença, seu amor, sua alegria e tudo mais.

ABBA: Isso é merecido e isso também se justifica totalmente.

Chegou a hora, grande perdão, grande reconciliação, entre todos os aspectos da criação, até os mais sombrios. É precisamente porque você sai que você vê isso, e que você vive isso.

…Silêncio...

Bem amado, vamos continuar.


Seguindo o belo texto que a nossa irmã leu, finalmente, ao mesmo tempo que a leu, senti um grande calor e tive a impressão de dançar em torno dessas palavras, não sei explicar, mas como se ... Eu senti como se essas palavras estivessem vivas, e eu dancei em volta, em espiral, eu não sei ... Foi estranho, mas foi assim que me senti. Foi muito lindo.

ABBA: Isso é muito lindo. E continuará a ser cada vez mais bonito. Para todos. Seja como for, você já sabe, é claro, o caos deste mundo, a Alegria toma tudo. O comandante já o havia avisado há muitos anos, assim como Anael, você está agora diante do fato consumado.

…Silêncio...

Bem amado, vamos continuar.


Sim, tenho apenas uma palavra a dizer: finalmente.

(Risadas)

ABBA: Em uma palavra ou em duas palavras?

(Risos)

(Tosse)

Em duas palavras.

Em uma palavra.

(Riso)

Ambos.

(Riso)

Tudo está contido nessas palavras.

ABBA: Você nunca mais terá sede, nunca mais terá fome. Mas não escreve da mesma maneira. Mas o significado não é tão diferente.


Eu vi escrito e-n-f-i-n ou e-n f-i-n, finalmente ... e não 'com fome'(en faim= com fome/enfin=enfim em françes/portugues) aqui.

(Risos)

Voz: Nossa irmã especifica que ela o vê 'finalmente' como o fim, veja o fim .. (Risos)

(Risos)

Voz: E-n-f-i-m (E-n-f-i-n), e não com fome (en faim), ter fome. (avoir faim).

ABBA: Eu entendi corretamente.

(Risos)

ABBA: E podemos dizer que finalmente é o fim da fome.

(Risos)

Exatamente.

ABBA: Em suma, isso é infinito.

(Risos)

ABBA: Este é o caso da alegria. O que você vê e experimenta, seja intenso, moderado, seja qual for, muito rapidamente, você perceberá que só existe isso. Que tudo mais não é nada. É por isso que acaba com a fome e você está realmente com fome pelo fim. Mas a fome envolve comer. Foi assim que você precipitou o fim, comendo um ao outro. (Risos) No final, a criação é apenas uma história de apetite. (Risos) Mas no final, você não está mais com fome. (Risos) Você está de fato saciado. E então de qualquer maneira, uma vez que você tenha tudo reabsorvido, não haverá mais nada para comer. (Risos) Então é o fim da fome.

Voz: E talvez esta seja a palavra do fim?

(Risos)

Voz: Porque ainda temos alguns minutos.

ABBA: Então é hora de ir em sua própria fome. Eu digo a você até para sempre, até jamais, e lembre-se que estar em você, você só tem que pensar sobre isso. Mas não coloque ninguém lá. Nem você nem eu. Nós somos o Abba além das pessoas, além da forma, além das dimensões, nós somos um. E é juntando isso que descobrimos a origem de um. Este trabalho é coletivo, nós somos a orquestra.

Claro, alguns têm tocado uma partição um pouco ... desarmoniosa, digamos. Mas a desarmonia também tem seu lugar em harmonia. Nada pode ser excluído.

Então Abba vai calar a boca hoje. Voltarei, disse eu, antes de uma reunião futura, se necessário. Mas eu também lhe disse que os eventos em si não precisam mais das palavras do Abba, mas simplesmente da Vida do Abba, em todos.

Então, bem amados, permita-me, onde quer que você esteja, escrever em cada coração, no coração do coração, no tempo zero, as letras de fogo do Abba.

…Silêncio...

Agradeço a cada Abba por sua presença, pois agradeço a cada Abba que vai ouvir essas palavras ou lê-las. O encontro agora é permanente.

Quanto às minhas palavras, eu direi até mais tarde.



***



Tradução: Alberto Cesar Freitas (com base em transcrição oficial)


____________________________________________________________


Fonte da Imagem: https://www.facebook.com/groups/293893747352484/


PDF (Link para download) : Abba10-26Setembro2018