O.M. Aïvanhov - Parte 3A - Q/R - Junho 2017



O.M. Aïvanhov - Parte 3A - Q/R - Junho de 2017
Mensagem de 07 de junho de 2017 (publicada em 23 de junho)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations

Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio





Eh bem caros amigos, estou extremamente contente de poder fazer a conclusão, não é ?  Como vocês veem desde muito tempo, eu sempre estou no início e no fim, afim de ajudá-los a melhor preparar, se posso dizer, e viver, tudo o que vos foi dado, e que vocês talvez já vivam.  Então nós vamos começar por fazer um momento de silêncio, afim de viver uma Teofania todos juntos, mas muito rápida, hein, porque eu penso que vocês têm muitas questões

… Silêncio…

Eh bem nesta atmosfera, nós vamos escutar as primeiras questões.


Questão : concernente às almas humanas encarnadas e despertas sobre este plano nestes tempos, seu posicionamento no Coração do Coração permite à Luz autêntica descer afim de fazer bascular os nós e linhas temporais desta matriz ?

Então, sobre o plano puramente mecânico, isso é verdadeiro a partir do instante em que vocês receberam a tripla radiação que ativa a Coroa da cabeça.  Claro eu disse, e isso foi repetido inúmeras vezes, que uma vez que a energia era percebida na cabeça, ela devia descer, é claro, e percorrer todo o corpo ao menos até o sacro.  Mas certamente, a certeza da Liberação está efetivamente ligada à uma ativação de Coroa, qualquer que ela seja.  Vocês também sabem que quaisquer que sejam as Coroas, quer vocês tenham vivido o Si ou que vocês não tenham vivido nada, não muda nada na finalidade ; vocês o sabem, desde sempre, eu não vos escondi isso.

O que é importante, é compreender que são somente... as diferenças, elas se fazem no período que vocês vivem.  Quer dizer vocês não estão mais nos ajustes, na atribuição vibral, na possibilidade, como eu disse, de fazer apelo, mas vocês estão diante da evidência do que vocês são em consciência.  E essa evidência que vocês são resulta, eu diria, do grau de propagação da Luz até o Coração do Coração.  Mas claro, e vocês mesmos o veem, que ter as vibrações sobre todas as Coroas faz de vocês alguém que vivenciou seja a Infinita Presença, seja o Absoluto, mas isso não vos preserva do que nós chamamos os hábitos, porque os hábitos não vêm das memórias do confinamento, mas são simplesmente repetições que vocês conduzem.  Os hábitos, os mais correntes, como os hábitos espirituais, que vocês têm o hábito de fazer automaticamente, porque estão na apresentação que vocês adotaram, se posso dizer, em vossa consciência ordinária.

Mas isso não faz diferença.  A única diferença, é quando isso faz mal ao corpo ou faz mal à cabeça, porque vocês ainda não estão estabilizados nessa felicidade, nessa Alegria e no Coração do Coração, muito simplesmente.  Mas no momento vindo, e sobretudo se vocês veem, neste período, as coisas que vão crescendo desde alguns meses – o início do ano, mas de maneira mais evidente desde o mês de março -, vocês podem muito bem ter vivido uma paz e um estado de serenidade anterior, e depois um golpe, vocês se encontram com manifestações corporais, emocionais e mentais que parecem um pouco confusas, na medida em que vocês tenham vivido, realmente e concretamente, a Infinita Presença e descoberto, entre aspas, o Absoluto.

Simplesmente, aí permanecer no nível de vossos hábitos e não das memórias somente, mas antes esses hábitos que não foram vistos. E é por isso que o corpo às vezes se manifesta violentamente, ou que às vezes vocês têm a impressão de reviver cenários que já se produziram no passado e que vos pareciam resolvidos, pode-se dizer.  Eles estão resolvidos mas o esclarecimento não foi suficiente.

Portanto o que quer que se produza, sobretudo se é violento, eu diria que é um bom sinal, quer dizer que vocês receberam a bofetada e agora vocês se mantém em guarda para não receber uma outra bofetada. Era totalmente o objetivo querido, ou seja fazê-los sair de vossas últimas ilusões e se tornarem um observador muito fino do que se joga na cena de vossa consciência e de vossa vida, como de vosso corpo.

Portanto nenhuma inquietação mesmo através das manifestações que podem ser perturbadoras, em particular no nível do corpo, porque esses truques, esses acontecimentos que podem sobrevir em vosso corpo, são apenas meios para permanecerem tranquilos, quer dizer ocuparem-se de vossas bofetadas, como eu disse, ou seja cuidar de vosso corpo e não estar nos hábitos, muito simplesmente.  E é algo que é muito, muito eficaz, certamente, e isso, vocês não o sabem senão quando vocês saíram deles.  Então não se inquietem, cuidem-se como é necessário, mesmo se o corpo é tocado pela interação das resistências ou dos hábitos e da Luz, e tudo se passará à maravilha. Aí está o que eu queria dizer.

Mas em relação à sua questão, é claro que viver o Coração do Coração deve também, não simplesmente ser uma experiência um dia ou outro, que vos dá a certeza da Liberação a vir, mas vocês devem também ver que apesar do que foi vivido, e eu já tive a ocasião de falar disso, vocês têm irmãos e irmãs que viviam o Si à perfeição e que recaíram sob a influência do ego ou do orgulho espiritual. Mas eu vos expliquei por que, isso foi dito esta semana também, mas é sobretudo segundo os hábitos. E esses hábitos não vêm de fenômenos memoriais, esses hábitos correntes, mas que são ditados de maneira totalmente invisível por, seja vossa origem estelar, seja vossas linhagens, sobretudo quando essa origem ou essas linhagens estão ligadas, de qualquer maneira que seja,  à noção de predação.  A predação neste mundo, é claro, que é extremamente nefasta.

O que quer dizer então que vocês têm as origens galácticas ou as linhagens estelares que estão em relação com os mundos livres, mas  onde os comportamentos desses irmãos e dessas irmãs, às vezes não humanos, em sua liberdade, é de jogar a predação, mas aí jamais a predação real. São por exemplo todos os combates cerimoniais que fazem os Arturianos, hein, e vocês têm outros povos, como os Vegalianos, eles jamais pensariam em fazer torneios, como dizer, os combates, porque primeiramente eles não têm a força, no nível da 3D unificada, para fazer como os Arturianos fazem ; eles não têm a mesma constituição, mesmo se é a mesma Liberdade.

Certamente, a forma, qualquer que seja a dimensão em que vocês estão, uma forma determina as funções.  Por exemplo, a civilização dos Triângulos que está além de qualquer antropomorfismo, não é, é uma forma rudimentar, como se diz, mas todavia, no nível dos Triângulos, vocês não têm a predação. Vocês têm a predação mesmo livre, se posso me expressar assim, entre os Arturianos, entre os insetóides, etc, etc, mas não é de todo a mesma predação que aquela presente sobre a terra.  Mas sendo portadores dessa linhagem, evidentemente essa linhagem se encontra em ressonância direta com o confinamento Arcôntico, o que explica que os irmãos e as irmãs que têm essas linhagem predadoras neles, mesmo se eles jamais participaram de uma predação, quer dizer de confinamento de mundos, dá os comportamentos que não estão, neste mundo, totalmente em acordo com a Luz vibral autêntica.

Portanto o que explica que mesmo os irmãos e as irmãs que viviam o Si desde muito tempo, que descobriram seu coração, que vivenciaram, despiram todos os véus e vivenciaram o Absoluto, podem se encontrar com pequenas preocupações neste período.  Mas está simplesmente ligado a esses hábitos e a causa primeira, vocês nada podem mudar disso, mesmo estando no coração.  É o período que vos faz atravessar isso a fim de encontrar vossa integridade total de Eternidade, não é ?  E é necessário manter a casa limpa, e a casa se limpa, muito simplesmente.

Portanto é claro, todos os irmãos e as irmãs que, neste momento, vivem coisas difíceis, não é porque eles cometeram erros – em alguns casos sim, em relação à Luz, mas não é grave -, mas frequentemente está relacionado às origens ou às linhagens que participaram, mesmo que vocês jamais o tenham feito, ou que ressoam em todo caso, sobre este mundo, com a predação do confinamento.

E mesmo se é muito espetacular nas manifestações, não se inquietem, e é justamente o acidente, o traumatismo, a perturbação emocional ou mental que vai permitir-vos resolver o que vocês não podem compreender, mesmo que eu vos diga, nem mesmo resolver por vocês mesmos. É necessário que esses círculos de hábitos, não para vocês uma vez que vocês estão liberados, mas a partir do instante em que vocês têm uma Coroa que se ativa, nós já tínhamos dito na época, após as Núpcias Celestes, que vocês eram ancoradores de Luz, não para vocês mas para o conjunto da Luz que entrou em manifestação neste mundo.  Vocês veem, é muito simples.

Então, outra questão.


Questão : você pode aprofundar o espírito de precisão concernente à tensão para a Luz ?

O espírito do que ?


Questão : de precisão.

Quem é que empregou essa palavra espírito de precisão ? Eu não sei o que isso quer dizer.  A Estrela Precisão, mas o espírito de precisão, isso nada quer dizer para mim. Bom, repita a questão.


Questão : você pode aprofundar o espírito de precisão concernente à tensão para a Luz ?

Bah primeiro, não é tensão para a Luz, é tensão para o Abandono, essa tensão para a Eternidade, para o Desconhecido.  Em seguida, espírito de precisão, eu não vejo muito bem o que isso quer dizer. Se a pessoa está presente, precisaria que ela especificasse porque...eu não vejo, porque o espírito, há o Espírito do Sol, o Espírito da Verdade, mas o espírito de precisão... É talvez a quintessência da Estrela Precisão. Mas aí eu não posso responder, porque eu não sei o que essa pessoa quer dizer.


Questão : eu não sei se ela está presente ou não.

Então, deixamos no momento, porque eu não vejo o que ela perguntou.


Questão : meu filho suicidou-se em 2007.  Antes de sua morte, ele dizia se sentir como se estivesse vazio no interior, órgãos, cérebro...É possível que se pudesse capturar ou confinar sua alma ?

Se era antes das Núpcias Celestes, certamente não.  Ele seguiu o circuito normal, se posso dizer, e há toda a chance de que ele já tenha reencarnado, uma vez que sua morte não aconteceu a partir do momento em que nós acolhemos pessoalmente todas as almas que se liberaram deste plano, em substituição dos Arcontes.  Mas antes de 2009, não, ele seguiu o esquema habitual. Nesse período, era preferível que todas as almas que estavam vagando, se posso dizer, após sua morte, antes do ano de 2009, ou 2010 para alguns, foram empurrados para se reencarnar muito rápido.

Mas uma vez que as Núpcias Celestes foram realizadas, nos meses seguintes, nós interceptamos, se posso dizer, todas as almas, antes do cenário do jogo dos Arcontes sua peça de teatro lá em cima no astral.  E portanto nós os preservamos, enquanto que eles vivem, eles também, em estruturas efêmeras, mesmo se não há mais corpo físico e corpo etérico, eles morreram levando o corpo astral, vocês concordam, antes das Núpcias Celestes, então nós os temos....na maioria, eles foram reencarnados pelos próprios Arcontes e também por nós, antes das Núpcias Celestes.  Mas após as Núpcias Celestes, não, não tinha mais reencarnação.

Aqueles que descem hoje são todos aqueles que foram expulsos do astral pela dissolução do astral planetário, e também os Arcontes, por seu lado, não ficaram sem fazer nada, de braços cruzados, eles preciptaram os corpos de síntese, ou seja sem almas.  Todas as fecundações produzidas na terra, exceto para, eu diria...eu não posso vos dar a porcentagem porque não há precisão nesse nível, mas digamos que uma parte das crianças que nasceram depois de 2009 são portais orgânicos, e uma outra parte são os seres muito, muito luminosos que aceitaram o sacrifício da eternidade porque eles sabiam que não seriam presos na armadilha, mas que sua presença enquanto criança era extremamente importante também, nos processos da Confederação Intergaláctica de liberação da Terra.  Portanto, há toda chance de que essa pessoa que se suicidou em 2007 esteja reencarnado.


Questão : esse filho sentia como se estivesse vazio em seu interior, órgãos, cérebro... Não teria sido uma forma de predação antes de seu suicídio ?

Então quando um ser jovem se suicida, sobretudo quando isso acontece após a adolescência, no período, vocês sabem, em que podem se situar os delírios que estão ligados a algumas doenças graves, aí efetivamente alguns seres, antes de se suicidar, sentem esse vazio.  Isso não quer dizer que eles têm um Arconte, isso quer dizer que sua alma já teria se retirado.  O vazio vem daí, não é uma possessão.

E não esqueçam que vosso ponto de vista e nosso ponto de vista, quando estamos encarnados, a morte, é um drama, mas para aquele que morre, não é absolutamente um drama.  O único drama, é para aquele que está apegado à forma ; e se é uma criança, é ainda mais compreensível.  Mas para aquele que descreve esse processo, entre os adultos jovens, eu não sei que idade tinha esse jovem ou essa jovem, mas em todo caso – ela disse filho, portanto eu penso que é um homem, mas eu não sei qual idade ele tinha.  Em todo caso, jamais um Arconte ou uma entidade negativa vai empurrá-los ao suicídio, caso contrário ela perde sua presa, ela perde sua comida. Ela não tem nenhum interesse em empurrá-los ao suicídio ; o suicídio vem de si mesmo, mas neste caso não está relacionado a um Arconte ou uma possessão. Isso também pode ser a alma que decidiu se retirar porque ela estava mal por razões que lhe são próprias.  Vocês veem a diferença ?

Mas em todo caso, que esse suicídio esteja relacionado a uma retirada da alma, anterior a 2009, posso certificar que todas as almas que faleceram, enfim todos os corpos que faleceram, as almas já reencarnaram, na maioria. Não é a mesma coisa depois de 2009 ou início do ano de 2010, onde a maioria das almas que nós recuperamos foram colocadas em letargia em nossas embarcações, em uma de nossas embarcações, até o momento do Apelo de Maria, mas sobretudo do planeta- grelha final.

Outra questão.


Questão : por que este mundo de 3ª dimensão confinada escravizou tanto a mulher ?  Por que foi necessário esperar mais de 2000 anos para ser liberado ?

Porque as forças opostas à Luz, a predação, não quer reconhecer o que é a mulher, assim que a mulher é a criadora, nós já o dissemos.  Não há Deus – Deus, é o diabo -, não há entidade que governa o que quer que seja.  Há a Fonte que dá sua Luz, há o princípio que está à montante da Luz, que é de onde vem toda criação de consciência, mas não há um personagem barbudo que se manteria em algum lugar – é a Fonte.  É por isso que nós suprimimos o termo Deus. Eu sempre vos disse que Deus e Diabo são a mesma coisa, é a mesma entidade.  Então é claro, quando eu estava vivo, não se tinha outra palavra e não se estava necessariamente ao corrente disso, porque não se tinha vivenciado isso, mas hoje, é uma certeza para muitos de vocês, e todos os Anciãos compreenderam perfeitamente e vivenciaram isso, felizmente. Vocês veem ?

E a questão, era o que ? Eu desviei, como de hábito.


Questão : por que este mundo de 3ª dimensão confinada escravizou tanto a mulher ?

Porque a mulher é a inimiga.  A mulher porta a vida, a mulher porta a liberdade.  Ela é a co-criadora de todas as  dimensões, não unicamente os mestres geneticistas, vocês têm outros.  Na história da Terra, são as mães geneticistas, mas é sempre uma polaridade feminina que se expressa quando da criação de um campo de experiência de consciência.


Questão : e por que foi necessário esperar 2000 anos para...

Oh, não são 10.000 anos ?


Questão : 2000 anos.

Faz 300.000 que isso dura.


Questão: 2000 anos em relação ao momento em que o Cristo foi crucificado e em que a Matriz Crística veio na terra.

Mas porque aí necessitava que houvesse uma mudança de orientação da consciência efêmera para a Eternidade, mesmo sem vivê-la, porque sem isso, o sofrimento da personalidade é tal que há desgastes que são causados.  Portanto isso não se pode fazer, e é o próprio princípio do confinamento Arcôntico por essa embarcação de ferragem, que não permite uma liberação, exceto no momento em que o Sol está restabelecido em sua unidade, ou seja quando ele encontra seu duplo, ele também.  Como vocês, vocês encontraram vosso duplo, quer dizer o corpo de Existência ou o corpo de Existência ligado a vosso duplo monádico, é semelhante.

Portanto a mulher sempre foi colocada à margem neste mundo, e não somente neste ciclo.  Certamente que em Atlântida, havia talvez mais sacerdotizas, se posso dizer.  Um pouco como na época do cristianismo, vocês ainda tinham algumas culturas onde eram as mulheres que oficiavam.  Por exemplo vocês têm, no berço da humanidade, desta civilização que está na Grécia, à beira do Mediterrâneo, vocês tinham templos que eram mantidos pelas mulheres. Hoje, as mulheres, estão confinadas nos conventos.

E aliás há outros que as confinam através das vestimentas.  E depois as mulheres que se dizem liberadas, de fato elas tomaram a polaridade masculina, mas elas não assumem totalmente seu Feminino sagrado. E o lugar da mulher é importante, ora os Dracos têm uma desagradável tendência a considerar, mesmo entre eles hein, as mulheres, um pouco como gado. É a concepção deles.  Em todo caso para aqueles que foram falsificados ou que aceitaram o confinamento, não para os outros, hein.  Aí está, então é...em todos os sistemas confinados – que foram confinados, que são liberados -, sempre o papel da mulher foi sufocado e relegado à procriação ou então às tarefas ditas subalternas, mas jamais em seu papel de sacerdotiza sagrada. Se devia haver um Deus, esse seria uma mulher, não poderia ser um homem.


Questão : qual é o Evangelho mais fiel das palavras do Cristo ?

Nenhum daqueles que vocês conhecem.  Isso corresponde sobretudo, eu diria, aos Evangelhos apócrifos.  Vocês sabem que o único texto que é verdadeiro, quase na vírgula, no nível vibratório e no nivel fatual, se vocês querem, é o Apocalipse de João.  Certamente, tudo o que são parábolas e as parábolas do Cristo está mantido mais próximo do autêntico, mas toda a articulação, mesmo o descritivo da vida foi, é claro, alterado. Não necessariamente pelos Arcontes. Vocês sabem muito bem que quando há uma tradição oral e que escoa um certo tempo, o que foi vivido é sempre transformado, porque a memória, mesmo se ela é perfeita, sempre transforma o fatual em função dos sentimentos, das emoções e dos conceitos.

Aí está, portanto os Evangelhos apócrifos são muito mais verdadeiros, mas se vocês querem conhecer a verdade do confinamento, é necessário debruçarem-se – além de vossa vivência, se vocês têm necessidade de ler -, sobre os escritos de Nag Hammadi, sobre os escritos gnósticos por exemplo, onde ali vocês têm uma grande verdade.  Mas essa grande verdade é e permanecerá sempre intelectual.  Assim vocês têm gnósticos que se tornaram iluminati, aliás, e os iluminati vem dos gnósticos.  Portanto eles conhecem intelectualmente a falsificação, e eles buscaram resolver essa falsificação em suas cabeças, mas jamais eles viverão o coração.  É toda a diferença.

Portanto, o que vocês chamam os iluminati, que eu chamo os fantoches, no início eram seres que eram gnósticos, que estavam ao corrente do confinamento, mas Yaldabaoth os enganou fazendo-se passar pelo Arcanjo Lúcifer, redimido além disso. Aí está porque eles veneram um culto a Lúcifer. Eles acreditam seguir um culto a Lúcifer, mas o Lúcifer redimido, o « portador de Luz » que não confina nada, e de fato é Yaldabaoth que se substituiu.  Vocês sabem que alguns deles, quando estão presos em um corpo, são capazes de tomar não importa qual aparência, mesmo a aparência da Luz.  Portanto o principio, é neste nível.

Vamos, continuemos.


Questão : foi dito : tudo o que foi ligado nesta terra será desligado nesta terra...

É o que vocês fazem neste momento.


Questão : … e tudo o que foi ligado no Céu será desligado no Céu.

Sim, certamente.


Questão : você pode nos esclarecer ?

Então o que está ligado na terra, vocês o conhecem, é a lei do karma, da ação-reação e da dualidade.  E se, efetivamente, é tão longo, como vocês dizem, que é necessário esperar pelo retorno das embarcações Arcônticas – a proximidade de Nibiru também, ou seja o gêmeo do Sol -, para desencadear os eventos que devem se desencadear, ou seja a Liberação...não somos nós que vos liberamos, são vocês, no interior de vocês mesmos, mas para liberar um sistema confinado e não os indivíduos, são necessárias algumas condições prévias. A semeadura do Cristo foi uma, as Núpcias Celestes e a descida do Espírito santo,  que é bem anterior, foram outras.  O que está ligado na terra deve ser visto na terra.  E importante também,  o que está amarrado no Céu, é o que ? É justamente o princípio do confinamento.

É por isso que o Cristo bem diferenciou o que é da terra e o que é do Céu, o que é do efêmero e o que é da Eternidade.  Quer dizer que se vocês são liberados agora, vocês vão mesmo rir dos protocolos que vocês têm feito, dos cristais que vocês utilizaram, de tudo o que nós lhes dissemos.  Sim, mas foi bem necessário passar por isso antes de encontrar, eu diria, as linhas de passagem da Luz, mais fácil, sem levar... Vocês bem imaginam que o Fogo Ígneo, quando ele se desdobra em alguém,  é preciso que ele encontre uma certa flexibilidade. Não é uma questão de idade, é uma questão de abandono, é uma questão de humildade, de transparência, de capacidade para se apagar e deixar a Luz operar.  Isso, nós vos repetimos sem parar.

Ora frequentemente, o que fazem nossos irmãos e nossas irmãs, e o que nós todos fizemos, mesmo quando eu estava encarnado, quando era jovem ?  Nós vemos a Luz, em meditação, em prece, com seu mestre, pouco importa ; depois o que é que vocês consideram ?  Que a Luz é vosso tesouro, e no simples fato de considerar isso, vocês confinam a Luz em vocês.  É o que fazem os fantoches que eu chamei os mestres ascensionados, é o que cada irmão e irmã faz desde que vive a Luz, ele se apropria. Ele se contenta nessa Luz sem ver que é ele mesmo ; ele considera a Luz como exterior e isso basta para bloquear todo o processo.

Assim é normal que seja necessário esperar as circunstâncias coletivas. Eu falei na época, da predação que se situava no nível da 4ª dimensão, que não é um nível de vida, que corresponde quase, no nível individual, a vosso corpo mental.  E no nível coletivo, nós chamamos o sistema de controle do mental humano.  Portanto enquanto esse sistema de controle do mental humano está ativo, mesmo se vocês estão liberados, de algum modo, mesmo se vocês se deixam atravessar, assim mesmo vocês estão no banho da predação. E enquanto não for estabilizado, bem vocês têm a impressão de perder alguma coisa.

E é isso que está prestes a ser resolvido agora, para muitos irmãos e irmãs que, durante os anos entre 2012 e este ano, jogaram tournicoti-tournicota.  Não é mais possível.  Uma vez que agora, o momento coletivo está extremamente próximo.  Nós não sabemos quando, mas tudo o que nós podemos dizer, é que é agora.  Então o « agora  », para nós, pode durar uma semana, como seis meses.  Mas como os eventos humanos, isso foi dito, começaram durante este mês, aliás, eu creio que Maria, fez segredos porque ela conhecia a data de 7 de junho, e o Cristo vos revelou uma outra data, que é o 21 de junho, o solstício de verão (solstício de inverno no hemisfério Sul).

Certamente que nesta matriz, vocês como nós somos dependentes das influências astronômicas e das influências residuais do sistema de controle do mental humano.  Mesmo se as linhas de predação na maioria desapareceram, é necessário não esquecer que além das memórias, além das feridas, vocês têm os hábitos que estão aí.  O hábito de ter um corpo, o hábito de ter um cérebro, o hábito de reagir.  Nas leis da dualidade, vocês são todo o tempo obrigados a reagir, a entrar em relação ou em reação, mesmo se vocês vivem a Infinita Presença desde anos.  Hein, vocês não são todos destinados a fazer como Ma Ananda Moyi, a se colocar em êxtase e esperar o fim tranquilamente, vocês devem continuar a vossa vida, qualquer que ela seja, exceto se a Luz provoca uma ruptura em relação a alguns ambientes, mas não são vocês que decidem.  É a interação entre o que resta de hábitos, e portanto de ilusão, e vossa eternidade, que desencadeia tudo isso.

Mesmo que a loucura do mundo venha da recusa da Luz.  Ora a Luz vocês podem recusá-la emocionalmente, vocês podem recusá-la mentalmente, vocês podem recusá-la com vossa alma, mas vossa matéria não pode recusá-la.  É por isso que agora vocês tiveram as intervenções de Um Amigo e de Irmão K, e também de Ram.  Por que ?  Mas porque é importante, se vocês querem, dar-vos meios para ver isso.  Porque isso será mais fácil, no momento vindo, para vocês, a fim de quebrar os últimos hábitos.  Não são medos, são simplesmente hábitos. São as coisas que vocês não veem, que vocês fazem espontaneamente, como por exemplo conduzir um veículo, mas aí, isso concerne a vosso corpo e a vosso comportamento na superfície deste mundo.

Portanto não serve para nada remeter o que vocês vivem, quando é penoso, a uma causa primeira, à vossa infância.  A única causa, é a integração da Eternidade, que penetrando em vocês, tanto pela boca, por vossas próprias mãos que vocês colocam sobre o corpo, vão clarificar esses últimos hábitos.  É assim que vocês são livres, antes mesmo do Apelo de Maria.  E como resta cada vez menos tempo, evidentemente, e como eu disse no mês anterior, isso vai se tornar cada vez mais quente e brutal, mas não é grave.  Ou então, se vocês consideram que é muito grave, é que vocês ainda estão apegados ao efêmero, a vosso corpo, a vossas emoções, à vossa história.

Mas esse apego não resulta de feridas, ele resulta simplesmente, como eu disse e isso foi repetido inúmeras vezes, aos hábitos que vocês tomaram.  Vocês veem ?  Aí não são vocês que não querem soltar, são muito simplesmente os hábitos.  E eu disse que esses hábitos eram coloridos, é claro, pelas linhagens e as origens estelares, e vocês não podem se desembaraçar de vossas linhagens, é mesmo o fundamento do corpo de Existência. Mas é necessário que essas linhagens sejam pacificadas em relação à Luz vibral autêntica e não à luz falsificada deste mundo, concernente às linhagens predadoras.

Eu te escuto.


Questão: ser verdadeiro, é expressar suas emoções, sentimentos, pensamentos, intenções, ser sincero...

Oh isso vai se resumir em três frases. Mas termine, vá.


Questão : …você poderia especificar novamente o significado em relação à Eternidade ?

Oh bah, ser verdadeiro é muito simples, hein.  Ser verdadeiro, é somente ser verdadeiro, quer dizer que deve haver uma concordância total entre vossos pensamentos e o que vocês dizem.  Se vocês estão diante de um irmão, e vocês pensam tal coisa e vocês dizem outra coisa, vocês não são verdadeiros, é tão simples assim. E isso todos o sabem, vocês estão diante de alguém, vocês dão um grande sorriso e dentro vocês se dizem : « Bom, aquele lá começa a me chatear. » Vocês veem ?  É comum em todo o mundo, isso. Ali não há concordância, não há verdade.  Portanto a tela mental, os pensamentos, é necessário já saber de onde eles vêm.  Os pensamentos, eles não vêm de vocês.  Se vocês acreditam que são vocês quem elabora vossos pensamentos, vocês se enganam. Vocês apenas captam o que está na atmosfera, ao redor de vocês, e também em vossos conhecimentos e vossos hábitos.

E nenhum pensamento, se vocês estão liberados, nenhum pensamento pode nascer sem vosso acordo.  E vocês os veem, esses pensamentos, aparecerem, e vocês sabem que não são vocês.  Portanto torna-se muito fácil, dar livre curso para esses pensamentos, se eles são pensamentos luminosos, mas não deixá-los emergir.  Mas se vocês falam e vocês dizem o inverso, vocês não são mais verdadeiros, portanto aí nesse caso, o que é o melhor em relação ao que vocês perceberam de vossos pensamentos ou das interações ? É o silêncio.

Então, ser verdadeiro em relação à Eternidade, é estar em adequação completa corpo-alma-Espírito, é não mais jogar o jogo da pessoa porque nenhuma pessoa pode ser verdadeira.  Ela sempre tem uma história, ela sempre tem coisas escondidas, como seus pensamentos, suas emoções, que não necessariamente são expressadas.  Mas não há nenhum interesse, se vocês sentem uma raiva, expressar a raiva.  Isso, não é ser verdadeiro.  É verdadeiro com a pessoa, mas não é verdadeiro com a Eternidade, porque na Eternidade, não há raiva.  Eu vos disse que por vezes, nós temos, discussões entre nós, não há esses movimentos de energia, mesmo quando nós não estamos de acordo.  É toda a diferença. Enquanto vocês são uma pessoa, vocês não podem ser verdadeiros.  Vocês são verdadeiros, mesmo se vocês são honestos, o mais frequentemente, mas se os pensamentos veem da pessoa, o que sempre é o caso, como vocês querem ser verdadeiros ?

É semelhante para tudo. O exemplo que se pode tomar, são também as palavras que vocês empregam.  Quando vocês dizem « eu estou no coração », isso quer dizer que vocês não estão.  Porque aquele que está no coração não tem necessidade de dizer que ele está no coração, ele sabe o que ele vive.  Não há pensamentos que acompanham isso.  Por outro lado, quando vocês saem, vocês o sabem agora cada vez mais facilmente porque de um golpe, como vocês dizem, isso vos atinge. Vocês estão leves e vocês se reencontram mal. O que é que vocês desejaram ? É tornarem-se leves, é claro, e é isso que criou essa tensão que vocês vivem, entre o Eterno e o efêmero, neste período.  Não é grave, não são coisas sobre as quais se vai necessitar trabalhar, resolver, explicar. É clarificado, e como nós dissemos, não retenham o que se manifesta porque senão, vocês vão alimentá-lo.  Mesmo se é muito desagradável de viver e isso retorna.

Se isso retorna, é porque vocês estão sem parar prestes a se submeterem a esses pensamentos, e vocês acreditam que são vocês, sobretudo se isso os remete a esses famosos hábitos, ou pior ainda aos acontecimentos já vividos que no entanto são apagados de vossas memórias, e que no entanto se manifestam devido os hábitos.   E aí, vocês estão muito mal porque...quanto mais vocês fazem a diferença com o que vocês vivenciaram quando vocês estavam na vibração do coração ou das Coroas, e o instante em que vocês experimentam essa contrariedade emocional ou mental, ou essa tristeza, ou esse medo do que quer que seja. Isso vos mostra que vocês ainda estão identificados, que vocês não são o observador perfeito, porque o observador perfeito, mesmo de um sofrimento que aparece, mesmo se ele deve se ocupar disso, ele não é concernido.  Ele sabe pertinentemente que aquilo não é ele.  É válido para o corpo como para as emoções, como para o mental.

Outra questão.


Questão : é um sonho. Estou sob a estrutura de um celeiro, na fazenda de minha infância.  O celeiro é velho e o teto, quase a desmoronar. Sempre me proibiram de brincar ali porque era perigoso.  Há meu marido, meu sogro, minha filha e eu .  Meu sogro e eu estamos do lado mais sólido, meu marido na frente. De um golpe, eu digo firmemente : « Basta.  Vocês verão, sempre me disseram que isto desmoronaria, e é agora. »  Meu marido me estende a mão e eu o ajudo a atravessar.  Nesse momento, seu pai está do outro lado, mas ele retorna rapidamente.  Tudo desmorona e eu digo : « Isto é isso, eu terminei com meu passado » e nós partimos alegres, minha filha saltitando na frente.  Você pode me esclarecer particularmente sobre a presença de meu sogro e meu marido ?

Oh o sogro, é simplesmente porque é o pai de seu marido, então se você quer, ele é portador das memórias transgeracionais.  Por outro lado o que é interessante, que isso seja uma casa moderna ou um velho celeiro, o celeiro sob a estrutura, é o que ?  É a cabeça. E aí você se mostra que aqueles que estavam na cabeça não podem mais estar na cabeça, neste caso particular seu marido, porque ele te dá a mão e se reúne a você no lugar onde é sólido.  Isso não quer dizer que a cabeça é sólida, isso simplesmente quer dizer que você não é concernida pelo que se produz no nível da parte sólida, e a parte que devia desmoronar, uma vez que já tinham dito a você criança, em seu sonho se desmorona.  Por que o sogro, isso eu já disse.

E como você disse, no fim do sonho, é que você sai dali e vocês estão alegres, se posso dizer.  Vocês sorriem, é como um recomeço.  Quer dizer que o mental de seu marido como de seu sogro, nesse momento, nesse sonho, sofre uma transformação radical que identifica o mental pelo que ele é. Quer dizer algo que não é vocês e que então, pouco a pouco, vos destrói, mas é visto como algo exterior a vocês, portanto deve-se se servir para conduzir bem a vida neste mundo, mas que não será misturado a nenhum de vossos estados interiores.

É por isso que nós sempre vos dissemos, quando vocês vivem as experiências, vocês podem colocar as questões depois, mas quando vocês vivem alguma coisa, e sobretudo com as Teofanias, não busquem explicar, compreender, reter o que se vive.  Aproveitem a Alegria, da beatitude, não se interessem por outra coisa, mesmo que depois vocês poderão retornar e jogar com vosso mental para encontrar alguma informação ou explicação.  É a espontaneidade da experiência que faz sua durabilidade e sua persistência, porque desde que vocês fazem intervir o mental durante a experiência, vocês adulteram a experiência.

É por isso que os processos que são para viver – eles vos foram desenvolvidos, eu creio, durante esta semana – para muitos se passarão à noite, porque aí, vosso mental  ele dorme.  Então é claro, vocês dirão « é um sonho », ao despertar, mas não é absolutamente os sonhos.  Aí está o que eu posso acrescentar.  Assim o fato de que seja um celeiro da infância, é também tudo o que está ligado à memória deste mundo.


Questão : o que significa ter uma fênix sobre si, sobre os ombros e nas costas, um longo momento ?

Ah, eu gostaria de saber como essa pessoa pode ver que é uma fênix. Eu não compreendo verdadeiramente.


Questão : a irmã não está presente.

Ah, porque a fênix, é uma representação, em todo caso, ligada ao Fogo Ígneo.  Assim carregar uma fênix nas costas com um corpo de carne, eu não creio que ela poderia testemunhar isso, ela seria consumida instantaneamente.  Assim é talvez mais simbólico, quer dizer que é o Fogo do Espírito que a recobre agora.  O impulso Metatrônico, o Fogo Ígneo, o Paracleto e o impulso KI-RIS-TI que é, se vocês querem...A Fênix, é o símbolo da ressurreição, é claro, porque o animal renasce de suas cinzas, é um ser do Fogo. Estão diretamente relacionados à fênix, o que foi chamado os Nephilim.

Aliás, vocês encontram as mesmas consoantes, as mesmas pronúncias no meio, isso vem do sumério.  Nephilim, é hebreu, e fênix, é muito mais antigo, e em « fênix », « Nephilim », vocês veem bem que há o « F » é muito importante.  Assim os Nephilim, são as tochas de fogo ; a fênix, é simplesmente a forma de um pássaro, mas é também o Fogo vibral.  Portanto me parece difícil carregar uma verdadeira fênix.

Eu penso que é simbólico, simplesmente.  Isso significa que o supramental, o Fogo ígneo, está aí.  Então certamente, a fênix, é também um arquétipo, um símbolo se vocês preferem, mas aí, é necessário não tomar no sentido literal porque uma fênix agarrada nas costas, não haveria mais pessoa em trinta segundos, mesmo liberado vivo.


Questão : na noite do Pentecostes, levantando perto de meu leito, eu olhava meu corpo deitado no leito. Apareceu então uma pequena porta dimensional, a uns 1,50 metros de meu corpo, resultando em um espaço negro, sem forma.  Eu vi meu corpo colocar-se em levitação e se dirigir para essa porta.  Paralelamente a isso, eu via também a cena de meu corpo, no leito.  Pode me esclarecer ?

Oh sim, não é um sonho, é uma bilocação real.  E lembre-se o que foi dito por Uriel, eu creio, por outros também, os processos noturnos vão tomar uma importância sagrada porque é o momento em que vosso mental não está lá, e portanto tudo o que se produz à noite...Bom, certamente quando são os sonhos, são os sonhos, mas aí não é um sonho, até mesmo se a recordação é aquela de um sonho, quer dizer que seu corpo físico será conduzido aos Círculos de Fogo e viverá o Absoluto através da carne.  E a bilocação te dá a certeza, mesmo se teu mental te diz que é um sonho, não é um sonho.

E aliás você constatará que a partir desse sonho, sua postura de corpo, como você se sente em seu corpo, em sua cabeça, em suas emoções, é profundamente diferente.  Então, eu não sei se a irmã está aí, mas se poderia perguntar.  Mas é exatamente como isso vai se passar.  Vocês vão despertar pela manhã com uma vaga lembrança, até mesmo vários dias depois –e não ao despertar -, que se passou tal coisa.  Então vosso mental vos dirá « é um sonho ».  E se vocês olham como vocês vivem a partir de alguns dias passados, vocês constatam que vocês estão diferentes em vosso corpo.  Vocês se sentem diferentes porque é realmente um processo místico que faz parte dos carismas dos quais Cristo vos falou, e a bilocação é um deles.  Quando o Cristo vos disse, há alguns dias, que vocês farão coisas bem maiores do que ele fez, sim, é evidente.

Então não é um sonho o que você vivenciou, mesmo se você o apresente como um sonho, é uma experiência real, e a melhor prova é que seu corpo, sua consciência, suas emoções, seus pensamentos, você deve ter constatado uma mudança.  Lembrem-se que desde que vocês veem vosso corpo, e portanto vocês estão fora, que seja em um corpo de Existência, que seja em consciência, vocês estão liberados do medo da morte, não do sofrimento mas da morte em todo caso.  É isso o mais importante, porque aí vocês vivem conscientemente que vocês não são esse corpo.  Antes vocês podiam apenas imaginá-lo.  E isso, vocês vão vê-lo e vivê-lo na pele durante este mês.  Isso foi explicado, hein, durante toda esta semana.


Questão : desde vários meses, eu sou despertado à noite por um frio intenso indo até os ossos, que me faz tremer e me corta a respiração, eu tenho a impressão de morrer.  Basta concentrar-me nas palavras :   « Que seja feita a tua vontade e não a minha », para que isso desapareça e eu volte a dormir.  É uma agressão ou um convite para partir ?

Vocês veem, o hábito, é exatamente isso : assim que se passa alguma coisa que sai de vosso conhecido, a primeira coisa que vos vem à cabeça, sobretudo se vocês estão mal, é uma agressão, uma entidade.  Vocês veem como os hábitos têm a pele dura ?  Não é nem um nem o outro.  São processos místicos que começaram no mês de março e que agora estão suficientemente presentes entre os irmãos e as irmãs em número importante para que nós possamos dar-vos as explicações. É a mesma explicação : não há nem partida, nem entidade, nem possessão, nem nada, é sua eternidade e seu efêmero que se casam.

Então é claro, a pessoa é, por sua estrutura, mesmo se vocês não têm mais ego, é uma estrutura física que funciona segundo os princípios do confinamento.  E essas sensações de frio, de vertigens para muitos também, quando vocês estão deitados, a impressão de girar (que é muito desagradável, eu sei), é também o mesmo processo. Assim claro, o que vocês fazem nesses casos ? Vocês pensam que há uma entidade, que vocês estão possuídos, que vocês resistem.  Mas não, absolutamente, é exatamente o mesmo processo.

Se é durante o dia, isso vai quebrar alguma coisa.  Se é à noite, a menos que quebre a cama, eu não vejo como se pode quebrar alguma coisa, hein.  Portanto, o que é que vai se passar ?  Vocês vão viver manifestações, às vezes agradáveis como no sonho precedente, às vezes detestáveis, como nesse sonho, mas que são exatamente a mesma coisa.  Aliás, esse irmão ou essa irmã o disse, basta que ele diga as palavras « Que seja feita a tua vontade e não a minha » para que tudo se passe bem. Isso faz parar o processo, quer dizer que sua consciência, através dessa frase, passou na Eternidade, e então você dorme tranquilo, quase imediatamente.

As mudanças deveriam também ser constatadas durante o dia, e é aí onde isso vai colocar problema, porque para a pessoa e os hábitos, vocês vão se dizer : « Eu não compreendo, durante o dia, eu estava bem, então eu vivenciei coisas terríveis à noite. »  Portanto, vocês constatam que vocês mudam, em relação a antes, e isso vos desorienta porque vocês são obrigados a refletir em relação ao que vocês conhecem, as entidades e tudo isso.  Mas não é nada disso, são somente os processos que nós vos descrevemos esta semana que estão em operação.  Assim como de algum lado, mesmo se vocês são liberados, ainda há uma consciência ordinária que está confusa e que pode se colocar questões, é claro.

Então nenhuma inquietação nos processos noturnos, hein. Visto o que se desenrola na terra, vocês não têm, exceto casos precisos, hein, mas de maneira geral não há nenhuma possibilidade de ser atacado à noite.  Porque a Luz está muito importante, exceto é claro se vocês têm algumas configurações de origem estelar, de linhagens, ou algumas configurações de medo ou de sofrimento que podem levar a esse gênero de manifestações.  Mas o mais frequentemente, são unicamente os processos de adequação entre o efêmero e o Eterno, isso participa do processo de Liberação.  Então, eu compreendo que sentir-se gelado, não é muito agradável, e mesmo se deitando encontrar-se com uma vertigem, não é muito agradável.


Questão : qual é o significado de cair e de quebrar três lados do lado direito ?

Tudo o que é do lado direito, eu já disse, é alguém que não viu o que é para ver, e isso faz parte de todos os traumatismos que vocês têm vivido.  Eu creio que mesmo aqui, vocês têm alguns que tiveram pequenos ou grandes traumatismos.  Não busquem dificuldades onde não há, não busquem causa sombria ou de entidade, ou o que quer que seja mais, uma vez que isso faz parte, justamente, da instalação da Luz.  Mudem de ponto de vista aí também.  Se assim que se passa alguma coisa que vocês não conhecem, vocês dizem « é o Diabo » ou « não está bem », vocês arriscam não saírem disso, porque as coisas bizarras, elas vão se produzir, como nós vos prevenimos, cada vez mais, e é necessário vocês se aclimatarem a essa Eternidade, antes mesmo do Apelo de Maria.

As portas estão abertas, portanto é normal que vocês vejam as coisas, mas se vos agrada, não coloquem tudo no sombrio, ou nas feridas, ou nas cristalizações, uma vez que é exatamente o inverso.  O problema, é que o ego crê que quando há a Luz, a Luz deve fazer de modo que tudo vá bem.  Não há nada de mais falso, uma vez que é justamente a interação entre a Luz e vossa pessoa que desencadeia essas rupturas, esses traumatismos ou outro.  As costelas deve querer dizer que há uma anomalia no nível do coração.  Não o órgão coração, hein, mas é alguém que joga de Amor, que talvez é Amor, mas que considera isso como algo moral ou social, e não viu a verdade do Amor de seu próprio ser. É alguém que não se ama suficientemente e que de maneira geral tem a tendência, a desempenhar um papel, de ser muito gentil, muito cordial, muito social.

O fato de que sejam as costelas do lado direito, o que é que vocês têm do lado direito, mesmo se são os lados inferiores ?  Vocês têm a Porta Visão e vocês têm a alma, a Porta AL.  Assim, não é alguém sombrio, não é alguém que cometeu erros ou faltas, é alguém que não vê esses famosos hábitos de comportamento que estorvam a Luz.  E aí não há maneira mais direta, eu diria, de quebrar os hábitos, do que agir sobre os ossos.  Mas não é a Luz quem decide fazê-lo, isso se produz como quando há o que eu acabei de dizer, por exemplo alguém que está tanto no hábito, qualquer que seja o hábito, que ele não tem a capacidade de ver.  E isso remete, é claro, às coisas mais arcaicas.  Mas no interesse do momento, não é isso, e é sempre, sobretudo quando há fratura, hein, é sobretudo uma liberação.

Aliás aqueles que foram quebrados, em alguma parte, ou que tiveram entorses ou outros, podem vos dizer, apesar dos aborrecimentos, das dores e tudo, que sua consciência se reposiciona, coisa que eles não teriam podido fazer eles mesmos, tanto enquanto pessoa como no Si. É o mesmo princípio, tudo depende do ponto de vista.  O que a lagarta chama a morte, a borboleta chama o nascimento.  Portanto, se vocês estão lagarta, bem vocês reagem assim.  Se vocês estão borboleta, vocês sabem que é o nascimento.  E como vocês têm feito o ioio de um ao outro e que agora não é mais possível, isso se resolve dessa maneira. Assim em nenhum caso são cristalizações, em nenhum caso são erros.

E é a Luz quem faz isso, não de maneira viciosa mas quando de uma iluminação.  É um convite, quando lhes chega algo assim, para ver claro, e é a fratura que vos permite ver claro ; a fratura, ou o entorse, ou o bloqueio de um órgão também, é exatamente a mesma coisa.  Portanto o hábito quer que quando vocês têm alguma coisa e vocês são espirituais, como se diz, vocês vão sempre buscar uma causa em outro lugar, quer dizer em vossa história, no karma, no que vocês querem.  Mas é um erro ir buscar isso, é necessário aceitar e ver.

E aliás, se vocês se colocam calmamente e observam como vocês estão depois, bem vocês vão ver que isso vos fez descer imediatamente na humildade, hein.  E sobretudo, isso os coloca em repouso porque há entre vocês, mesmo assim, aqueles de quem a Luz tem necessidade de que haja mais tempo consagrado à Luz do que às atividades deles, agora.  Para esses, não é por alguma punição, ou qualquer resistência, bem ao contrário.  Era o caso para as dores nos ombros, era o caso, quando eu falei do membro inferior direito, mas agora eu disse que isso ia tocar o eixo central, e em particular no nível das Portas.  Portanto se vocês são esbofeteados ou se vocês batem em uma Porta, agradeçam, e não deixem vossos hábitos mentais tomar o lugar para vos dizer « que estupidez eu fiz ? ».

Não são estupidezes que você fez, simplesmente os hábitos eram um pouco mais tenazes.  Os hábitos que talvez vocês tenham tomado, independentemente de qualquer caminhada espiritual, seria apenas para facilitar-vos a vida, ora o hábito, em um plano arquetípico, a rotina, é o que impede o novo, é o que impede a espontaneidade. Isso vos faz ganhar tempo porque é automático, mas isso enrijece algumas coisas.  E aliás, todos os hábitos que alguns de vocês conservam, como por exemplo de comer tal hora, de ir dormir a tal hora, de fazer coisas a tal hora... Isso também, são os hábitos um pouco viciosos – porque não são memórias, é algo que vocês não veem -, que simplificam vossa vida e que vos dão a impressão de estar bem, mas que enrijecem vossa liberdade.

Então nesses casos, bem vocês vão ter doenças.  Não é uma punição, vocês veem a diferença ?  É a maneira como vocês veem o que vos chega que é falsa.  É um convite da Luz para estarem mais tranquilos, para não mais serem condicionados, mesmo pelos vossos hábitos que no entanto vos têm feito bem.  Isso vai ser, para um vegetariano, de comer um pedaço de porco, por exemplo, de um único golpe, assim, um impulso. E não serem rígidos – a Luz jamais é rígida.  Certamente, é necessário uma certa...como dizer, uma certa disciplina, mas a disciplina, não é rigidez.  Já, em minha vida, quantas vezes eu me enervei, quando eu fazia alguma coisa, outros faziam disso um ritual, depois, e eles entravam no hábito.  O hábito, é muito satisfatório porque o corpo, ele ama bem isso, mas por outro lado isso leva a uma letargia da consciência porque a consciência, estando no hábito, mesmo se é  reconfortante para vosso corpo, para vossa vida, é um obstáculo para a Liberdade.  Porque isso vos condiciona e isso  enrijece.

Ser livre, não é respeitar um horário, qualquer que ele seja.  Certamente, quando é uma interação e um encontro, é necessário estar na hora, mas quando isso diz respeito a vocês sozinhos, não coloquem barreiras a vocês mesmos, não criem os hábitos que vão torná-los escravos neste período de liberação.  Que isso seja de sono, de comer, de comportamento ou do que quer que seja.  Sejam espontâneos : vocês têm fome, vocês comem ; é a hora de comer, vocês não têm fome, vocês não comem.  Vosso corpo só ficará melhor. Vocês têm o hábito de fazer vossa meditação às 7 horas todas as noites, porque há entre vocês aqueles que guardaram esse hábito, saiam desse hábito.  Coloquem vosso despertador para as 2 horas da manhã e façam isso às 2 horas da manhã, para quebrar o círculo vicioso dos hábitos.

Os hábitos, são bons para a matéria. Quando vocês conduzem vosso carro, bem é melhor ver a preferencial onde ela está, mas no que concerne a vocês, ninguém nunca disse ser regular nesta escravidão dos hábitos.  O hábito, efetivamente, bloqueia a Luz.  Se vocês são espontâneos, eu não falo de expressar as emoções, mas se vocês são espontâneos para viver a Luz, vosso corpo, vossa consciência, vos darão bons sinais, e vocês comerão na hora que vocês querem, vocês não serão mais tributários desses ritmos de tempo.

O que eu quero dizer com isso, é que se vocês se impõem os ritmos...há já suficientemente ritmos para seguir em relação ao dia : levantar-se de manhã, ir trabalhar, pagar seus impostos, tudo isso são os hábitos também,  mas no nível de vosso comportamento com vocês mesmos em relação aos hábitos que vocês talvez tomaram, seria bom ver no que isso vos confina.  Vocês não podem ser leves, mesmo se vocês são liberados, se vocês têm hábitos muito rígidos.  Hein, vocês sabem, os irmãos e as irmãs que dizem : « isso deve ser assim ». Quem é que diz « isso deve ser assim », se não são os répteis ?  A Luz, ela jamais diz « isso deve ser assim ». É como é, o que quer que vocês pensem disso. É a Liberdade.

Assim que vocês dão livre curso a esses hábitos, porque eles vos facilitam a vida, que isso seja pelas cores das roupas, que seja por exemplo...vocês querem levar isso de branco ou isso de preto, e vocês levam uma outra cor, vocês estão estabilizados. Mas isso, é necessário romper esses círculos viciosos.  Não é grave, mas isso representa assim mesmo pequenos aborrecimentos.  A Luz, ela é totalmente espontânea no que sai de vocês.  Vocês são capazes de fazer a diferença, por exemplo, entre um ser que cogita e que vai expressar o resultados de suas cogitações, e aquele que se expressa na espontaneidade, sem pensar, sem refletir – é o Verbo.   Mas se vocês mesmos conservam vossos pequenos truques, vossos pequenos hábitos, porque é confortável, bem vocês se privam da Liberdade também nesse nível.

Certamente, vocês não podem se reconfinar, mas a clareza interior deve vos permitir ver isso, exceto que como eu disse, quando são os hábitos, vocês não os veem.  Mas quem dita isso, se não é vossa pessoa ?  A Luz, ela não tem o que fazer disso.  O corpo, não tem necessidade, contrariamente ao que vos dizem, de ser alimentado em horas fixas.  Bom, é claro, eu fazia isso em minha vida, mas as circunstâncias não são as mesmas.  Não façam perdurar o que não tem lugar de perdurar.  Não é porque um dia era verdade que tal coisa tinha de estar em tal lugar e que vocês, devem fazer tal coisa a tal hora, que hoje é verdade, bem ao contrário.  Desse modo onde está vossa espontaneidade ?  Está onde vosso Abandono à Luz e à vontade da Luz, que isso seja para comer, para falar, para não importa o que ?

Então é claro, eu vejo daqui os pensamentos reptilianos que me dizem « mas assim mesmo se tem necessidade de ordem ». Mas a ordem da Luz não te basta ?  O que é que vocês arriscam ?  A maioria dos hábitos são estereótipos, se vocês querem, que não têm mais lugar de ser, e vocês, vocês se fixam no fato de fazer isso a tal hora, aquilo a tal hora, em vossa vida íntima, eu não falo dos encontros.  Quando os encontros se dão a tal hora, é necessário estar lá porque isso concerne a todo mundo, mas quando isso concerne a vocês individualmente...  Observem vossos hábitos, ou vossos gostos ou vossas repulsas, eles apenas traduzem isso.

Deem livre curso, isso foi dito, à espontaneidade.  E aliás vosso corpo, hoje, que se enche de partículas adamantinas, ele tem horror, mesmo ainda estando no efêmero, de tudo o que é hábito.  Cada instante é novo na Liberdade, cada instante é criado instataneamente e não há nenhum hábito.  É o que eu disse : « Ame e faça o que te agrada. » Não é o prazer da pessoa.  Se você ama, você não é mais uma pessoa, e quando eu digo «  faça o que te agrada », é : acolha os sintomas do que se apresenta : tenho fome, tenho sede. E por que dormir à noite, se você tem muito  sono, esperar a noite para ir se deitar ?  Faça sua noite às 2 horas depois do meio-dia, haverá coisas interessantes para fazer à noite.

Mas não, vocês estão tão, e nós estamos todos condicionados, que nós dormimos à noite, é necessário dormir a tal hora. E eu também disse quando estava encarnado : a melhor energia, é se vocês dormem com o por do sol e se vocês se levantam com o amanhecer. Era verdade mas isso não é mais verdadeiro, porque vocês não estão mais nas circunstâncias ordinárias.  Então, é a Luz quem decide o que vocês são ou os hábitos que vocês tomaram ?  Isso vos aliviará, para muitos, de um grande peso.  E eu falo mesmo dos hábitos os mais insignificantes, porque vocês vão tornar mais plástico o funcionamento de vosso cérebro, vocês vão limitar a influência do cérebro arcaico, e vocês vão ser livres, vocês vão reforçar essa liberdade.

Não há nada pior, mesmo na espiritualidade, por exemplo, mesmo se nós os convidamos em algumas ocasiões agora, quando Maria veio, ou as Teofanias ou as Radiâncias de quinta-feira.  Mas nós não queremos fazê-los entrar nisso, primeiro porque não é mais o momento, e porque não serve para nada fazer coisas que se reproduzem, assim, por muito tempo.  Assim, vocês fazem disso um hábito, e quando vocês fazem disso um hábito, torna-se rotineiro, não há mais o novo, não há mais espontaneidade nisso.  Isso concerne a não importa o que, mesmo aos fatos os mais insignificantes que vocês vivem neste mundo.

Outra questão.


***


Tradução do Francês: Ligia Borges
https://lestransformations.wordpress.com/2017/06/05/o-m-aivanhov-qr-partie-3-juin-2017/

7 comentários:

  1. Portanto é claro, todos os irmãos e as irmãs que, neste momento, vivem coisas difíceis, não é porque eles cometeram erros – em alguns casos sim, em relação à Luz, mas não é grave -, mas frequentemente está relacionado às origens ou às linhagens que participaram, mesmo que vocês jamais o tenham feito, ou que ressoam em todo caso, sobre este mundo, com a predação do confinamento.
    .........
    Não é uma questão de idade, é uma questão de abandono, é uma questão de humildade, de transparência, de capacidade para se apagar e deixar a Luz operar. Isso, nós vos repetimos sem parar.
    .........
    Uma vez que agora, o momento coletivo está extremamente próximo. Nós não sabemos quando, mas tudo o que nós podemos dizer, é que é agora.

    ResponderExcluir
  2. MAs eh nitido e estampado, a condiçao eh a prisao.

    ResponderExcluir
  3. Então, ser verdadeiro em relação à Eternidade, é estar em adequação completa corpo-alma-Espírito, é não mais jogar o jogo da pessoa porque nenhuma pessoa pode ser verdadeira. Ela sempre tem uma história, ela sempre tem coisas escondidas, como seus pensamentos, suas emoções, que não necessariamente são expressadas.

    ResponderExcluir
  4. E nenhum pensamento, se vocês estão liberados, nenhum pensamento pode nascer sem vosso acordo. E vocês os veem, esses pensamentos, aparecerem, e vocês sabem que não são vocês. Portanto torna-se muito fácil, dar livre curso para esses pensamentos, se eles são pensamentos luminosos, mas não deixá-los emergir. Mas se vocês falam e vocês dizem o inverso, vocês não são mais verdadeiros, portanto aí nesse caso, o que é o melhor em relação ao que vocês perceberam de vossos pensamentos ou das interações ? É o silêncio.
    ****
    Captar que "aqueles" pensamentos ,geradores de emoções, sentidos fazem parte da ignorância de não sabermos quem somos, demostra no ato nossa capacidade de observador e quanto de fato estamos na Presença. Isto anula, alivia, acalma e de imediato transborda a Alegria da certeza da compreensão da saida do confinamento.

    Estamos em processo de liberação, viva!
    OHGLORIA,OHGLORIA, OHGLORIA!!

    ResponderExcluir
  5. realmente a liberdade nada tem a ver com hábitos, são condicionamentos da matriz à pessoa, é ver o que acontece ao sair destes hábitos, o confinamento fez com que a pessoa seja direcionada para o tempo dos hábitos de comer, dormir, trabalhar, isto nos torna mais domesticado, dirigido, esquecido de nos mesmos ainda mais profundamente, como diz OMA foi muito bem pensado

    ResponderExcluir
  6. Eu não me recordo no momento, o Arcanjo que falou sobre o medo... E ele foi explícito em dizer... O medo vem dos hábitos, foi assim que os Arcontes colocaram o medo no ser humano. depois disso comecei a observar todos nossos hábitos, e analisar se existia o medo por trás... Amados irmãos e irmãs da Eternidade, façam o teste e tirem suas próprias conclusões. Rendo graças aos ensinamentos dos seres da luz.

    ResponderExcluir