CRISTO - Dezembro de 2016



CRISTO - Dezembro de 2016
Mensagem de 12 de dezembro de 2016 (publicada em 15 de dezembro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio


Que a Paz seja sobre vocês todos.

...Silêncio...

Na Paz do coração, eu venho a vocês. Irmãos e irmãs presentes sobre a Terra, como Eu fui, Eu mesmo há muito tempo, Eu me apresento a vocês. Eu peço a vocês desde o presente de livrarem-se das noções históricas em relação a mim, porque antes de ser uma forma como vocês, presente e caminhando sobre esse mundo, Eu já fui um Princípio.

Eu não venho lembrar dos fatos históricos nem mesmo proféticos, Eu venho simplesmente a vocês porque o chamado de seu coração foi ouvido no mais alto dos Céus.

Eu fui ao mesmo tempo aquele que foi chamado Jesus-Cristo, mas não havia uma pessoa, nem mesmo uma história, fosse ela a mais autêntica nesta época.

Isso que Eu fui, muitos de vocês hoje são.

...Silêncio...

Neste período na Terra, lhes foi dado ver a vaidade e a inutilidade do que faz a vida nesse mundo.

Eu venho lhes mostrar o que vocês são, porque vocês são assim como Eu o Caminho, a Verdade e a Vida, vocês são assim como eu os filhos do Pai.

Um longo trabalho foi cumprido por vocês mesmos e pelos irmãos da Luz para permitir a vocês chegarem nesse momento.

...Silêncio...

Eu sempre declarei que meu Reino não era desse mundo. Eu vim trazer a Palavra de Verdade, a Palavra do Pai. Eu passei por todas as etapas em que vocês passaram. Hoje, vocês chegam de algum modo no fim da história, as alegrias de sua ressurreição na verdadeira Vida.

Para muitos de vocês, a preparação durou quase trinta e três anos. Se sua idade é suficientemente avançada, seu caminho, qualquer que tenha sido a forma, foi o mesmo que o meu, a sua escada, aquela de suas vidas.

Hoje, a realidade de sua ressurreição, através dos sinais interiores e dos sinais visíveis na superfície desse mundo, não deixa pairar nenhuma dúvida sobre a realidade disso que se desenrola. É claro, os numerosos irmãos e irmãs desta Terra não duvidam um único segundo que os tempos anunciados e profetizados se desenrolam nesse momento sob seus olhos e em sua carne.

Eu não vim novamente ensinar o que quer que seja porque todo ensinamento foi dado. Este ensinamento se resume a uma única coisa, vocês sabem, vocês a vivem: o Amor, o Amor que foi tão distorcido, alterado e enganado sobre esse mundo, pela vontade de alguns sanguinários, de poder e de ascendência sobre vocês.

Hoje, as portas de sua ressurreição, mais do que nunca o ensinamento de então é atualidade. Nada há a subtrair, nada há a acrescentar.

Como isso foi dito sobre a cruz, cabe a vocês entregar o Espírito ao Pai, a fim de viver a vida eterna, aquela que não conhece nem fim nem início.

Eu não venho vê-los para dar novas regras, nem novas orientações, mas eu venho hoje porque, em muitos de vocês, na superfície da Terra, Eu me reconheço e Eu me vejo.

Já desde de muitos anos, um número suficiente de irmãos e de irmãs da Terra cumpriram sua alquimia de Ressurreição e de Renascimento, permitindo oferecer uma base suficiente para realizar e cumprir as profecias, em sua finalidade.

Muitos ainda de nossos irmãos e de nossas irmãs estão seduzidos por esse mundo em vez de pela vida eterna; é necessário não julgar pois eles não sabem. Ora vocês, vocês sabem, porque o vivem. Vocês não são superiores nem inferiores, vocês estão simplesmente em um outro momento de sua consciência.

Seu papel, se eu posso dizer assim, nesses tempos, é oferecer sua Luz para a Terra e ao conjunto dos irmãos e das irmãs. Não façam um caso pessoal, não se preocupem em saber para onde direcionar esse amor e para quem o oferecer. Sua presença torna-se eminentemente mais importante do que qualquer palavra ou discurso que vocês poderiam pronunciar.

Se vocês têm a chance, neste período, de ter tempo, se suas obrigações nesse mundo lhes deixam a oportunidade, eu peço simplesmente que vocês vigiem e orem comigo, porque o conjunto das circunstâncias dos tempos proféticos se acompanham de uma maior doçura e de uma maior abertura coletiva à realidade e a verdade do Amor.

Vocês não têm necessidade de reivindicar a Mim, nem importa a qual outro mestre; vocês são seu próprio mestre, mais do que nunca. Cabe a vocês demonstrar sua autonomia, sua liberdade e sua transparência, simplesmente pela sua amada Presença, que vigia e que ora.

Muitos entre nossos irmãos e irmãs ignoram ainda o que vai se desenrolar, mas pressentem instintivamente o teor, mesmo que eles recusem admitir ou ver. Estejam seguros, como isso foi repetido em inumeráveis vezes, que cada irmão, cada irmã, cada evento, cada situação, é muito exatamente justa e verdadeira.

A coisa essencial, no Amor é a Paz, esta Paz e esta Alegria que, como vocês sabem e vivem não depende de nenhuma circunstância nem de nenhuma condição.

Da mesma maneira que numerosas Presenças sutis acompanham vocês ou os reencontram, que isso seja em sua cama, na natureza ou em outras circunstâncias, eu venho anunciar que estando presente em vocês em seu estado de Cristo interior, muitos entre vocês, neste período da Terra, são chamados a Me reencontrar. Não vejam uma personagem histórica, eu repito, mas o Princípio fundamental, iniciando em cada palavra confinada, o processo mesmo de liberação do confinamento.

Então vocês são numerosos, doravante, a poder Me acolher, a poder Me ver e a poder Me ouvir. Quanto mais a Terra se aproxima de seu solstício de inverno (verão no hemisfério sul), muito mais minha presença se fará sentir, mostrando a vocês que efetivamente Eu estou ainda em vocês de toda Eternidade.

Vocês sabem também, mesmo que erradamente me chamam o Salvador, Eu não posso salvar vocês apesar de vocês ou contra sua liberdade. Eu não falo da Liberação – que está adquirida – mas bem ao contrário de destino. Saibam também que o que quer que seja isso que foi chamado atribuição vibral que é sua, ninguém pode prejulgar o destino de seu irmão até o último momento, porque contrariamente as aparências desse mundo e de seu pandemônio, vocês não estiveram jamais tão prontos a viver sua liberdade eterna.

Devido a nossa proximidade, não somente a minha, mas do conjunto das Forças da Luz, que seja aquela da Confederação ou aquela dos Arcanjos, por exemplo, me é desde agora possível me manifestar em vocês. E desde agora é possível colocar seus pés nos meus pés, é possível a vocês colocar seu coração em meu coração.

Ultrapasse todas as noções que vocês tenham talvez lido, estudado, em relação a Mim. Sejam virgens de todo prejulgamento, de toda referência e de toda personalização. Assim como vocês conheceram as alegrias desse mundo, assim como vocês viram a heresia desse mundo, assim como vocês puderam sofrer, assim como vocês conheceram as alegrias da encarnação mesmo que ela fosse breve.

...Silêncio...

Então saibam que quando a Luz Branca invadir vocês, quando o Fogo Ígneo percorrer vocês, Eu estou muito próximo de vocês, muito próximo de sua consciência. É nesses momentos que nós temos mais chance de nos reencontrar, de comungar e de reforçar sua estabilidade daquele que é renascido: o Cristo.

Como isso foi anunciado por meu profeta, sob meu ditado, o bem-amado João, hoje eu venho comungar com vocês, Eu venho lavar suas vestes e Eu venho escutá-los. Eu não venho para julgar, mas eu venho para ajudá-los a cortar o que deve ser. Tem sido dito sempre a vocês que era a Inteligência da Luz que estava agindo; mais do que nunca hoje, de diferentes maneiras, vocês a vivem ou a descobrem.

Então vigiem e orem porque vocês são numerosos a poder Me receber, Me recebem nesses momentos particulares, que seja durante seus dias ou suas noites, na presença e na companhia do Fogo Ígneo, na presença da Luz Branca vista no interior de vocês mesmos onde eu poderei encontrá-los. Não ainda para lavar suas vestes, mas para consolidá-los em sua ressurreição.

Eu virei de mãos vazias, eu não virei ensinar o que quer que seja novamente, mas eu virei de alguma forma estabelecer minha Presença em sua Presença, consolidando vocês em sua emanação de Luz eterna, na superfície desse mundo.

...Silêncio...

Sua presença sobre esta Terra é preciosa, porque vocês tem caminhado até esse dia, quaisquer que tenham sido seus obstáculos, quaisquer que tenham sido suas alegrias, quaisquer que tenham sido suas ocupações.

A Luz faz de vocês hoje os enviados da Fonte, os dignos filhos do Pai. Em qualquer situação que vocês estejam, não importa onde sobre a Terra, de qualquer denominação religiosa que vocês sejam, se vocês têm ainda, isso não faz nenhuma diferença para Mim. Somente o que vocês são é fundamental e não o papel que vocês desempenham.

Eu reconheço cada um de vocês na intensidade de seu coração e Eu responderei cada chamado, não para melhorar sua situação na superfície desse mundo, nem mesmo para melhorar esse mundo, mas bem mais para consolidar a verdade da Eternidade, permitindo revelar sempre mais a falsidade desse mundo confinado.

...Silêncio...

Chamem-me também justamente nos momentos em que parece a vocês não duvidar, mas faltar a firmeza do Amor.

Eu terei desde agora a possibilidade de entrar em comunhão com muitos de vocês no mesmo instante, no mesmo momento, e Eu não Me privarei.

Novamente, Eu não venho e Eu não virei fazer discursos a vocês em relação a sua vida. Não contem comigo para resolver seus problemas no seio desse mundo, mas para eventualmente apoiá-los em suas interrogações sobre a Eternidade.

...Silêncio...

Minha forma que se apresentará, será conforme o ideal que vocês trazem. Vocês não me reconhecerão necessariamente por uma forma, que poderá ser profundamente diferente para cada um, mas por nosso coração comum. Eu respondo então no nascimento de seu Cristo interior, vindo confortá-los, em suas escolhas que vocês colocaram, em suas decisões que vocês tomaram e na sua vivência.

Novamente, eu repito, cada consciência desse mundo está exatamente no lugar que é seu para viver esses tempos. Lembrem-se também o que eu havia dito: “Aqueles que quiserem salvar sua vida a perderão”. Aqueles que perderem a vida, encontrarão a Eternidade, sem olhar para frente, sem remorsos, com a alegria incomensurável: aquela do coração, é claro, mas aquela também, de reencontrar a liberdade da consciência.

Antes de meu retorno efetivo tal como quando Eu parti, quer dizer, não esperem me encontrar em nenhum corpo de carne, mas esse momento não chegou ainda. É necessário para isso no entanto, que vocês passem cada um por suas tribulações que lhes são próprias e vocês devem também passar pelo Apelo de minha Mãe que dirá a vocês que vocês são seus filhos e que sobretudo os fará viver, aí também sem nenhuma dúvida possível. Mas minha presença silenciosa e amorosa está adquirida, aqui nesse mundo.

Não busquem obter nem glória, nem ensinamento, nem diálogo, mas simplesmente, como Eu disse, de consolidar vocês no Amor Eterno.

O dom da minha Presença só faz responder, definitivamente, o seu próprio dom e o seu próprio sacrifício, mostrando por aí mesmo que vocês colocam seus passos nos meus passos.

A Luz não condena, a Luz não julga, a Luz oferece a Liberdade, de acordo com o que vocês pensam da Liberdade ou o que vocês vivem de Liberdade.

Eu diria também que neste período que precede o Apelo de minha Mãe, àqueles que muito foi dado, será ainda mais dado. Àqueles que não pediram nada, será também dado, assim é o Amor.

Nós não podemos impor a Liberdade a ninguém. Nós só podemos favorecer seu retorno a Luz, mostrando-a à vocês, permitindo à vocês mesmos vivê-la.

...Silêncio...

O período que se abre, até o período do fim de seu ano terrestre, representa uma janela de oportunidade sem igual, também por minha presença ao lado de vocês como pelo Apelo Coletivo de Maria, minha Mãe.

Na medida do possível a Luz lhes chama e eu exorto vocês igualmente à oração, à oração do coração, que não é um pedido de satisfação de uma vantagem qualquer sobre esse mundo, mas bem mais uma vantagem na Eternidade – como Eu disse e repito, a fim de consolidar vocês em seu viver, em sua fé e em sua verdade.

...Silêncio...

Eu não pediria nada a vocês além de provar sua liberdade, de viver sua autonomia e seu retorno a Eternidade.

...Silêncio...

Onde quer que vocês estejam na superfície desse mundo, se seu coração vive, então eu estarei vivendo com você.

Sua oração – do coração e silenciosa -, será um chamado a minha Presença, bem além de toda religião e da história mesmo desse mundo.

...Silêncio...

Eu virei à vocês rodeado do Coro dos Anjos, trazido pelo Espírito do Sol e pelo Verbo.

...Silêncio...

Se isso acontece para vocês, então isso reforçará sua oração e sua eternidade. E se isso não acontece para vocês, nesse mesmo espaço de tempo, então é um encorajamento a vigiar e orar ainda mais, e eu estarei aí de qualquer maneira.

...Silêncio...

Desde numerosos meses em termos terrestres, foi permitido a vocês, para esclarecimento de sua própria Luz, ver sua pessoa (a personagem), de ver realmente a natureza desse mundo onde predominam a avidez, a predação, a competição. O Amor não conhece nada de tudo isso, mas vocês tem sido literalmente levados sobre os caminhos desviados a fim de se desviarem disso que vocês são. Tudo foi construído, no seio da sociedade ocidental como nas outras sociedades, para distanciar vocês do que vocês são, para distraí-los, para que vocês não olhassem em vocês, nem mesmo os inconvenientes desse mundo. Vocês foram obrigados, de diferentes maneiras, a ganhar sua vida. A vida não se ganha, ela é dada, isso que efetivamente está longe do que acontece, quanto mais o tempo passa, sobre esta Terra. O reinado do adversário só tem um tempo; esse tempo foi definido pelo próprio Pai e esse tempo termina.

O único dever de vocês é serem livres. A única função de vocês é ser esse que vocês são, a fim de que tudo o que é a rotina, os hábitos, os erros se distanciem de vocês. É o sentido de minhas palavras: “Vigiem e orem”. Novamente, não mais por qualquer vantagem no seio desse mundo, mas para progredir, se eu posso dizer, em sua eternidade.

...Silêncio...

A falsificação do mundo neste período de Liberação alcança naturalmente seu ápice e seu pleno potencial, isso foi anunciado desde muito tempo. E é justamente no seio dessas condições onde a escuridão predomina, que vocês devem se encontrar, e que vocês se encontram.

Não serve para mais nada julgar essa sociedade, nem mesmo nenhum irmão nenhuma irmã, a vocês pertence somente estarem consolidados nisso que vocês são e de mostrar, não em seus gestos ou em suas palavras, mas pela realidade de seu coração, pela verdade de sua Luz.

...Silêncio...

A aproximação dos mundos sutis que vocês vivem de múltiplas formas e de múltiplas maneiras, encontra de alguma forma hoje sua conclusão.

O Espírito apareceu em vocês. Quaisquer que tenham sido os nomes que foram empregados pelos pedagogos que lhes estão acompanhando, vocês podem agora ultrapassar todos esses nomes, todos esses circuitos, todas essas estruturas vibrais, para ir ao essencial e o essencial é só o Amor.

A Inteligência da Luz lhes desviará cada vez mais e de todas as maneiras possíveis da Ilusão, mostrando-a em vocês, permitindo atravessá-la, abstendo vocês de qualquer julgamento. A Luz não julgará jamais; no Amor, a Liberdade é total, mesmo para aqueles que foram chamados os maus meninos. A punição, se eu posso dizer, será já suficientemente pesada se vendo Amor e se vendo a pessoa que jogou, não é necessário somar o que quer que seja como punição, como castigo. Ninguém julga vocês e ninguém os julgará. Como Eu havia dito, lhes será feito segundo sua fé, segundo sua consciência e não segundo seu histórico, suas dívidas. Isso faz parte das Últimas Graças, que não são decretadas nem por mim nem por minha Mãe, mas pelo próprio Amor.

Não existem faltas ou pecados, como disseram, mortais; isso é uma heresia daqueles que retomaram minha vida para ancorar uma outra falsificação.

...Silêncio...

Lembrem-se que o Amor, independentemente da Paz da Alegria que ele lhes proporciona, é uma força inalienável e invencível, não no sentido de um combate para lutar, não no sentido de uma luta, mas como uma evidência que se instala para todos e cada um, despertos ou não.

...Silêncio...

Eu os encorajo na medida do possível, para cada um de vocês, organizar em seus horários, o tempo justamente de encontrar vocês mesmos. Que isso aconteça para vocês pela natureza, pelo Silêncio, por um cochilo, por uma oração ativa, pelo repouso, pouco importa. É necessário que sua vida seja efetivamente preenchida de Luz, qualquer que seja o tipo de situação de seu corpo ou de sua vida.

Não procurem mais modificar qualquer processo de sua vida, mas simplesmente modificar seu coração, manter sua casa limpa. Como Eu disse, Eu virei como um ladrão na noite, primeiro para alguns entre vocês e no momento adequado para o conjunto de vocês, sem nenhuma restrição.

O tempo da Ressurreição é também, para muitos de vocês o tempo da redenção. Entendam por redenção que não há erros para corrigir, que nem há faltas a perdoar, mas que há sobretudo, a se reconhecerem, além de sua pessoa, de sua carne, mesmo de sua alma.

...Silêncio...

Eu não venho para julgá-los, mas Eu venho para ajudar a cortar o que deve ser, se tal é a Liberdade de vocês.

...Silêncio...

Eu imprimo já, de maneira que vocês poderão qualificar ainda invisível, a determinação do Amor e a força do Amor, a fim de os acompanhar nas últimas fases de sua ressurreição e de sua liberdade.

...Silêncio...

Meus irmãos, minhas irmãs, é tempo talvez também de ajustar o que parece a vocês ter que ajustar. Eu havia dito: “O que está ligado sobre esse mundo será desligado sobre esse mundo. O que está ligado no Céu será desligado no Céu”. Então pare e trabalhe no que a Inteligência da Vida lhes dá a viver, façam cada coisa pacífica e calmamente e não esqueçam jamais, mesmo no seio das atividades as mais triviais, a realidade de seu coração. Apoiem-se sobre ele, está cada vez mais presente e cada vez mais consolidado, o que quer que vocês pensem e o que quer que vocês vivam ainda como dificuldades.

...Silêncio...

O Amor quer vocês totalmente e não por fragmentos. E o próprio Amor se impõe, sem violência, cada dia e cada minuto um pouco mais, o que quer que vocês pensem, o que quer que vocês digam.

...Silêncio...

Qualquer que seja a intensidade do que vocês têm a viver no seio de seu efêmero, quaisquer que sejam as dificuldades ou as alegrias desse mesmo efêmero, não esqueçam jamais que o Amor é tudo, que o Amor pode tudo, e que o Amor é o que vocês são, a despeito de toda aparência contrária. A única força de vocês, nesses tempos, o único alimento de vocês nesses tempos, é antes de tudo o Amor; o resto segue e decorre daí. Isso foi dito a vocês numerosas vezes, o Amor é simples, o Amor é humilde, Ele não se importa com nenhum conhecimento nos domínios do Espírito. Eu havia dito aliás: “É necessário se tornar como uma criança”. Não diante desse mundo, mas diante da Luz.

...Silêncio...

Eu venho então hoje lhes anunciar meu retorno. Não me procurem em um corpo de carne porque aquele que pretendesse outra coisa do que ser o Cristo ressuscitado estaria na mentira. Mas aquele que é o Cristo ressuscitado não tem necessidade de vestimenta, não tem necessidade de discursos, não tem necessidade de desempenhar um papel, Ele é simplesmente Ele mesmo, amoroso, tolerante, na Paz e na Alegria. Ele se coloca no lugar de cada um e prova cada um em seu próprio coração, não para o avaliar ou o julgar, mas para estar em harmonia, para estar na comunhão ou para estar no perdão, face ao erro desse mundo, ao erro das sociedades, ao erro da predação e da competição.

...Silêncio...

Ao final desses reencontros, prováveis para alguns de vocês, ao final do Apelo de minha Mãe, vocês verão, quer vocês tenham um corpo ou não, a nova Terra e os novos céus, mesmo que isso não seja seu destino, mostrando vocês e demonstrando a vocês a realidade da nova Terra ascensionada.

Em um lapso de tempo curto, um pouco mais de um terço de ano, duas realidades diferentes dimensionais irão se sobrepor. Vocês irão naturalmente, pela Inteligência da Luz e o estado de Graça, aí onde lhes conduz a Luz, aí onde está sua verdade, sem dificuldade. Não se preocupem com os eventos, quaisquer que sejam. Eu havia dito também: “O pássaro se preocupa com o que vai comer amanhã? ” No Amor, vocês não terão nunca mais fome; no Amor vocês não terão jamais frio; no Amor, não lhes faltará nada. Isso é uma promessa e uma certeza, que certamente não é talvez ainda completamente atualidade nisso que se vive nesse momento, mas, uma vez o Apelo de Maria, de minha Mãe, realizado, vocês não poderão duvidar desta verdade.

Então não se preocupem com nada em relação aos eventos. Vivam sua vida, assumam suas tarefas o melhor que puderem, mas não esqueçam de vigiar e orar ao mesmo tempo.

Eu lhes insuflarei, para muitos de vocês, o que é talvez ainda útil para lhes consolidar e lhes estabelecer definitivamente em sua ressurreição.

...Silêncio...

A hora é para a liberdade interior. Quaisquer que sejam as privações da liberdade exterior, elas não têm nenhuma importância, em relação a isso que vocês são. Quando muito esta importância pode lhes aparecer durante esses tempos, mas isso só passará e não poderá durar além disso que é tolerável pela consciência global da humanidade.

...Silêncio...

O Arcanjo Miguel que trabalha seu céu desde muitos meses vai tocar cada vez mais frequentemente o solo da Terra, não se alarmem. Na medida em que os eventos exteriores tomarem importância ao redor de vocês, na medida que vocês constatarem que o Amor se consolida em vocês. Não há nenhum paradoxo, há simplesmente o estabelecimento do Amor – em vocês -, e que dependerá cada vez menos, justamente, das circunstâncias de suas vidas, de sua situação, de sua idade, de suas obrigações.

...Silêncio...

Essa mensagem não se dirige exclusivamente a vocês que tem despertado suas Coroas ou que vivem o Fogo Ígneo, mas se dirige a cada irmão e a cada irmã cujo coração está pronto, mesmo que não tenha vivido nada.

Como todos vocês, Eu não conheço a data. Como Eu disse em minha vida: “só o Pai conhece a data. ” O efeito surpresa, e vocês sabem, é um dos maiores elementos da Revelação, não para surpreender, mas bem mais para siderar o coração a fim de que o coração efêmero, quando desta sideração, se abra ao Coração Eterno e ao Coração do Coração.

Então não imponham nada a nenhum irmão ou nenhuma irmã. Todos aqueles de vocês que devem estar a par, que isso seja recentemente ou desde trinta anos, o estão. Todos aqueles que não devem duvidar de nada não duvidarão de nada até o último momento, porque é a melhor maneira para eles de viver o coração. Não imponham nada, mas imponham-se orar, imponham-se a Presença e vigiem.

Não esqueçam, não mais de seguir, se posso dizer, a Inteligência da Vida e da Luz, pois a Inteligência da Luz faz tudo para que vocês estejam no mais justo lugar, sem nenhum desequilíbrio, não em relação a sua situação efêmera, mas por isso que vocês têm a viver por sua ressurreição. Não se trata de uma submissão a Luz, mas de um reconhecimento da Luz.

Não há ninguém a submeter, não há ninguém a convencer, há a realidade simplesmente do que se desenrola, e que evidentemente é vista de maneira bem diferente – ou que não é vista de tudo - segundo o que vocês são nesse momento específico.

Qualquer que seja a adversidade aparente no seio de sua pessoa ou de sua vida, guardem preciosamente a Alegria, guardem preciosamente a Paz, pois é esta Alegria e esta Paz que são o testemunho de seu Amor e que são seus salvo-condutos, para a Ressurreição em curso.

...Silêncio...

Como vocês o vivem talvez, e como vocês estão informados talvez, os sinais da Terra e do Céu alcançam um nível que nunca foi conhecido nesta Terra, mesmo nos ciclos precedentes. E como minha Mãe lhes disse, não haverá mais nenhum atraso, haverá uma intensificação em todas as revelações. Tudo o que deve se ajustar sobre a Terra será ajustado, tudo o que deve desligar no Céu será desligado. Vocês têm apenas que ser quem vocês são, cada dia, de maneira cada vez mais intensa, cada vez mais evidente, cada vez mais amorosa.

...Silêncio...

Nesses tempos particulares, o Amor é então seu salvo-conduto, sua única certeza, seu único alimento, seu único objetivo. A Inteligência da Luz fará tudo para lhes reaproximar deste último objetivo.

...Silêncio...

Se isso lhes é possível, não procurem mais os sinais do Céu e da Terra – eles estão todos presentes -, não procurem mais a data, mas procurem o tempo para vigiar e orar. Isso lhes permitirá consolidar não somente o Amor, mas de aumentar a Alegria e a Paz, as únicas coisas que vocês têm necessidade, para si como para o mundo.

...Silêncio...

Contrariamente a seus reencontros com os povos da natureza, ou contrariamente também a maneira a qual vocês entram em contato com os intervenientes que se expressam desde numerosos anos pelo Canal Mariano, eu lhes lembro mais do que qualquer outro Eu sou o Cristo interior e assim eu aparecerei em seu coração – e unicamente em seu coração. Mesmo que a visão em uma forma que corresponde a isso que vocês pensam, não será o elemento determinante, mas bem mais o que decorrerá mesmo no seio de seu coração, quer dizer não somente o Fogo Ígneo, não unicamente as Coroas radiantes, mas verdadeiramente um Amor indizível e muito simplesmente incrível, com uma tal intensidade que todo o resto será varrido, todo o resto não existirá mais.

Vocês viverão esse momento o que algumas Estrelas lhes narraram a respeito de seu Casamento Místico Comigo. É isso que Eu venho lhes mostrar. Não se trata de um ensinamento, não se trata de um encorajamento, não se trata de palavras, não se trata de censuras, se trata de uma evidência.

Então eu lhes repito: “Não tenham medo”. Paz para vocês, Paz sobre vocês e Paz em vocês. Não pode ser de outra forma no Amor, mesmo que o conjunto das fundações desse mundo e de suas vidas se desagreguem uma depois das outras. O Amor é seu salvo-conduto, o Amor é seu alimento, mais do que nunca durante este período.

Eu lhes agradeço de estarem presentes. Eu pedirei a vocês também difundir o que eu lhes tenho dito independentemente de qualquer outro elemento, como tem feito minha Mãe há alguns dias. Eu não pertenço a uma entrevista, nem a uma reunião, nem a um calendário, Eu pertenço a liberdade de seu coração, e é isso o essencial.

...Silêncio...

Permitam-me, desde já, lhes dar a Paz, e de lhes dar meu coração. De meu coração em seu coração, que a Paz, a Alegria, o Amor sejam como nunca.

...Silêncio...

No nome do Amor do Um, Eu amo vocês.

...Silêncio...


8 comentários:

  1. Neste período na Terra, lhes foi dado ver a vaidade e a inutilidade do que faz a vida nesse mundo.
    .........
    Estejam seguros, como isso foi repetido em inumeráveis vezes, que cada irmão, cada irmã, cada evento, cada situação, é muito exatamente justa e verdadeira.
    .........
    Ultrapasse todas as noções que vocês tenham talvez lido, estudado, em relação a mim. Sejam virgens de todo prejulgamento, de toda referência e de toda personalização.
    .........
    O reinado do adversário só tem um tempo; esse tempo foi definido pelo próprio Pai e esse tempo termina.

    ResponderExcluir
  2. Jorge Costa - São Bernardo do Campo- SP - Brasil15 de dezembro de 2016 16:15

    Obrigado Sr. Cristo Miguel !! São nossos Corações de Luz e Unidade que lhes agradecem Senhor, pelo inexcedível Amor com que nos agraciaste. Seu Verbo Divino, assim como de Vossa e nossa Mãe Divina, resplende tanto de Amor e carinho, que nos encorajam à tudo deixar, para buscar a única alquimia que podemos fazer por nós mesmos : orando e vigiando; no silêncio da alma e nas companhias do Espírito do Sol e do Coro dos Anjos, rogaremos Vosso auxílio para aumentar a Paz e a Alegria que somos hoje para fim de Entregar-nos definitivamente em espírito ao PAI. Obrigado Sr. Cristo Miguel !! Nos reencontraremos em breve no Reino dos Céus do templo sagrado dos Corações do UM. Alegria, Alegria!! É a Ressurreição que vem! É Liberdade! Oh Senhor, obrigado! Que assim seja! Assim é !

    ResponderExcluir
  3. "Tem sido dito sempre a vocês que era a Inteligência da Luz que estava agindo; mais do que nunca hoje, de diferentes maneiras, vocês a vivem ou a descobrem."

    "O dom da minha Presença só faz responder, definitivamente, o seu próprio dom e o seu próprio sacrifício, mostrando por aí mesmo que vocês colocam seus passos nos meus passos."

    "O período que se abre, até o período do fim de seu ano terrestre, representa uma janela de oportunidade sem igual, também por minha presença ao lado de vocês como pelo Apelo Coletivo de Maria, minha Mãe."

    ". A vida não se ganha, ela é dada, isso que efetivamente está longe do que acontece, quanto mais o tempo passa, sobre esta Terra."

    " O reinado do adversário só tem um tempo; esse tempo foi definido pelo próprio Pai e esse tempo termina."

    "A Inteligência da Luz lhes desviará cada vez mais e de todas as maneiras possíveis da Ilusão, mostrando-a em vocês, permitindo atravessá-la, abstendo vocês de qualquer julgamento.

    "O Amor quer vocês totalmente e não por fragmentos."

    CRISTO!!!! CRISTO!!!!! Maravilha!!! Sua Mensagem!!!!!!

    ResponderExcluir

  4. Eu os encorajo na medida do possível, para cada um de vocês, organizar em seus horários, o tempo justamente de encontrar vocês mesmos. Que isso aconteça para vocês pela natureza, pelo Silêncio, por um cochilo, por uma oração ativa, pelo repouso, pouco importa. É necessário que sua vida seja efetivamente preenchida de Luz, qualquer que seja o tipo de situação de seu corpo ou de sua vida.

    OHGLORIA, OHGLORIA, OHGLORIA!!!

    ResponderExcluir
  5. eu lhes lembro mais do que qualquer outro eu sou o Cristo interior e assim eu aparecerei em seu coração – e unicamente em seu coração. Mesmo que a visão em uma forma que corresponde a isso que vocês pensam, não será o elemento determinante, mas bem mais o que decorrerá mesmo no seio de seu coração, quer dizer não somente o Fogo Ígneo, não unicamente as Coroas radiantes, mas verdadeiramente um Amor indizível e muito simplesmente incrível, com uma tal intensidade que todo o resto será varrido, todo o resto não existirá mais.

    ResponderExcluir
  6. Em uma das mensagens de 2006 ou 2007, não me lembro ao certo, Cristo disse que sua intervenção seria maior no final do processo de Liberação, eu tinha lembrado disso antes desta publicação, o que foi programado está sendo atualizado nesses tempos da ressurreição.
    Não tinha dito antes, grato a todos que contribuem neste blog, pelo o serviço ao Amor, à Verdade que liberta.

    ResponderExcluir
  7. "Na Paz do Coração, eu venho a vocês.
    "Antes de ser uma forma como vocês, presente e caminhando sobre esse mundo, Eu já fui um Princípio.
    "Eu fui ao mesmo tempo aquele que foi chamado Jesus-Cristo, mas não havia uma pessoa, nem mesmo uma história, fosse ela a mais autêntica nesta época. Isso que Eu fui, muitos de vocês hoje são.
    "Eu venho lhes mostrar o que vocês São, porque vocês são assim como Eu o Caminho, a Verdade e a Vida, vocês são assim como eu os Filhos do Pai.

    "Eu sempre declarei que meu Reino não era desse mundo. Eu vim trazer a Palavra de Verdade, a Palavra do Pai. Eu passei por todas as etapas em que vocês passaram. Hoje, vocês chegam de algum modo no fim da história, as Alegrias de sua Ressurreição na Verdadeira Vida.
    "Como isso foi dito sobre a cruz, cabe a vocês entregar o Espírito ao Pai, a fim de Viver a Vida Eterna, aquela que não conhece nem fim nem início.
    "Seu papel, se eu posso dizer assim, nesses tempos é oferecer sua Luz para a Terra e ao conjunto dos irmãos e das irmãs. Não façam um caso pessoal, não se preocupem em saber para onde direcionar esse Amor e para quem o oferecer. Sua presença torna-se eminentemente mais importante do que qualquer palavra ou discurso que vocês poderiam pronunciar.

    "Vocês são seu próprio Mestre, mais do que nunca. Cabe a vocês demonstrar sua Autonomia, sua Liberdade e sua Transparência, simplesmente pela sua amada Presença, que Vigia e que Ora.
    "Então Vigiem e Orem porque vocês são numerosos a poder Me receber, Me recebem nesses momentos particulares, que sejam durante seus dias ou suas noites, na presença e na companhia do Fogo Ígneo, na presença da Luz Branca vista no interior de vocês mesmos onde eu poderei encontrá-los. Não ainda para lavar suas vestes, mas para Consolidá-los em sua Ressurreição.

    ResponderExcluir
  8. Continuação.

    "A Luz faz de vocês hoje os Enviados da Fonte, os dignos Filhos do Pai.
    "Eu não pediria nada a vocês além de provar sua Liberdade, de viver sua Autonomia e seu Retorno a Eternidade.
    "Vigiem e Orem". Novamente, não mais por qualquer vantagem no seio desse mundo, mas para progredir, se eu posso dizer, em sua Eternidade.
    "O tempo da Ressurreição é também, para muitos de vocês o tempo da Redenção. Entendam por Redenção que não há erros para corrigir, que nem há faltas a perdoar, mas que há sobretudo, a se Reconhecerem, além de sua pessoa, de sua carne, mesmo de sua alma.

    "Não esqueçam jamais que o Amor é tudo, que o Amor pode tudo, e que o Amor é o que vocês São, a despeito de toda aparência contrária. A única força de vocês, nesses tempos, o único alimento de vocês nesses tempos, é antes de tudo o Amor; o resto segue e decorre daí.
    "Eu venho então hoje lhes anunciar meu Retorno. Não me procurem em um corpo de carne porque aquele que pretendesse outra coisa do que Ser o Cristo Ressuscitado estaria na mentira.
    "Eu lhes insuflarei, para muitos de vocês, o que é talvez ainda útil para lhes Consolidar e lhes Estabelecer definitivamente em sua Ressurreição.

    "Não esqueçam, não mais de seguir, se posso dizer, a Inteligência da Vida e da Luz, pois a Inteligência da Luz faz tudo para que vocês estejam no mais justo lugar, sem nenhum desequilíbrio, não em relação a sua situação efêmera, mas por isso que vocês têm a viver por sua Ressurreição. Não se trata de uma submissão a Luz, mas de um Reconhecimento da Luz.
    "Eu sou o Cristo Interior e assim eu aparecerei em seu coração - unicamente em seu coração.
    "Vocês viverão esse momento o que algumas Estrelas lhes narraram a respeito de seu Casamento Místico Comigo. É isso que Eu venho lhes mostrar. Não se trata de um ensinamento, não se trata de um encorajamento, não se trata de palavras, não se trata de censuras, se trata de uma EVIDÊNCIA."

    ResponderExcluir